Em "O Profeta", Thiago Fragoso fica entre dois amores

Prever os acontecimentos parece não ser o único dom do profeta da próxima novela das 18 horas. Assim que chega em São Paulo, no começo da década de 50, Marcos (Thiago Fragoso) também vai pregar no coração de algumas donzelas da Cidade. A primeira a se encantar com o galã é a doce Sônia, personagem de Paola Oliveira.Quando desembarca na Capital, Marcos esbarra em Sônia e prevê que ela é a mulher de sua vida. Depois a reencontra na fábrica de cristais, onde vai procurar emprego. A jovem ainda tenta resistir à paixão que sente pelo profeta, que, por ´ironia do destino´, é primo de seu namorado Camilo (Malvino Salvador). ´Ela não consegue esconder sua atração por Marcos e os dois começam a namorar´, adianta Paola.A escolha da moça, que não é vista com bons olhos para os padrões de conduta da época, ainda deixa Camilo furioso. Sentindo-se traído pelo próprio primo, o ex-namorado de Sônia fará de tudo para destruir o relacionamento dos dois e se vingar de Marcos.Incentivada por Camilo, a ambiciosa e interesseira Ruth (Carol Castro), que teme ficar para titia depois de levar um fora de Clóvis (Dalton Vigh), o rico dono da fábrica de cristais, enxerga no dom de Marcos uma bela oportunidade de ganhar dinheiro. Logo, o profeta se torna seu pretendente ideal. ´O que a Ruth não esperava é que ela acabaria se apaixonando de verdade pelo Marcos. Quando a Sônia e o profeta se separam, ela dá o bote e fica com ele´, diz Carol.Em O Profeta, a atriz interpretará sua primeira vilã, apesar de já ter vivido a vigarista Gracinha, na novela Mulheres Apaixonadas. ´Estou matando a vontade de fazer uma vilã. A Ruth é má do início ao fim e vai piorando com o tempo. Por causa da sua ganância, ela vai desvirtuar o profeta e fazer com que ele comercialize o seu dom´, diz a atriz.Patinho feioMas Ruth e Sônia não são as únicas a se encantar com os mistérios de Marcos. A desajeitada irmã de Ruth, Carola (Fernanda Souza), também se apaixona pelo rapaz, depois que ele a salva de um atropelamento. ´Além de sofrer preconceito, dentro e fora da família, por ser gordinha, a Carola ainda vai sofrer horrores pela paixão platônica que sente pelo profeta´, afirma Fernanda Souza, que teve que engordar 7 kg para viver a personagem. ´O papel é ótimo. Sou vaidosa, mas ter engordado para fazê-lo foi como pintar ou cortar o cabelo´.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.