Em livro, imagens de "Lavoura Arcaica"

Durante as filmagens de Lavoura Arcaica, Walter Carvalho, responsável pela direção de fotografia da produção em questão, fez imagens "paradas" de todo o processo. Ensaios para as cenas do filme de Luiz Fernando Carvalho, atores preparados para a gravação ou em descanso e outras situações foram fotografadas por Walter. Esse é um hábito que ele tem há tempos, de fotografar o seu envolvimento com os filmes dos quais participa. Diz e ressalta que não é, de maneira nenhuma, um tipo de making of, mas tentativa de documentar um momento que viveu. Suas fotos são expressão de instantes em cada trabalho. No caso de Lavoura Arcaica, produção lançada em 2001, esse envolvimento foi ainda maior. Em três meses de filmagens, fez cerca de mil imagens. Uma seleção desse material se transformou em livro, Fotografias de Um Filme (Cosac & Naify, 120 págs., R$ 55), que vai ser lançado hoje na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, às 20 horas. No mesmo local será aberta uma mostra de filmes em que trabalhou, com a exibição do making of de Lavoura Arcaica. E, na terça-feira, será inaugurada a mostra fotográfica do livro na Livraria da Travessa, no Rio, com lançamento da obra. "Quando terminaram as filmagens de Lavoura Arcaica, juntei as imagens e dei de presente para o Luiz (Fernando Carvalho). Foi ele que sugeriu fazer um livro", conta o paraibano Walter, de 56 anos, que não gosta de vincular seu trabalho de fotógrafo de cinema com o de "fotógrafo parado". Recentemente, o Instituto Moreira Salles abrigou uma mostra com 82 fotografias. "Esse hábito faz parte de minha visão." Celebrado como um dos mais importantes diretores de fotografia de cinema, ele tem seu nome em filmes como Central do Brasil e Terra Estrangeira, ambos de Walter Salles, Janela da Alma, Madame Satã, Amarelo Manga, Notícias de Uma Guerra Particular e Carandiru. E o Lavoura, baseado na obra do escritor Raduan Nassar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.