Em cena, as origens da Bossa Nova

Papai Bate Um Bolão

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2012 | 03h09

16 H NA RECORD

(Kicking and Screaming). EUA, 2005. Direção de Jesse Dylan,

com Will Ferrell, Robert Duvall, Mike Ditka, Dylan McLaughlin,

Kate Walsh.

Will. Ferrell treina o time do

filho, a quem ensina uma

filosofia do tipo 'vale tudo

para vencer'. A crise se instala quando seu pai, Robert

Duvall, passa a treinar o

time adversário, e com outra

filosofia - o importante é

competir. O diretor Dylan

acha que nunca é tarde para

se tomar lições de vida nem

resolver complicações

familiares, mas se o filme

tem qualidades, o quie realmente faz a diferença é o elenco. Na sequência, a emissora apresenta O Incrível Hulk, a versão de Louis Leterrier, com Edward Norton, que teve cenas filmadas no Brasil. Em matéria de Hulk, prefira o de Mark Ruffalo, nos cinemas (em Os Vingadores). Reprise, colorido, 100 min.

Querem Acabar Comigo

16H10 NA GLOBO

(Are We There Yet?). EUA, 2005. Direção de Brian Levant, com Ice Cube,

Nia Long, Aleisha Allen, Philip Daniel Bolden, Jay Mohr, M C Gainey.

Ice Cube faz paquerador que se envolve com a bela mãe de vários filmes. Ele se apaixona de verdade e tenta impressionar a amada, mas quando ela lhe pede para levar os filhos a seu encontro, em outra cidade, a jornada se revela complicada. Os garotos infernizam a vida do 'tio'.

O tom é de comédia, mas

não espere grande coisa.

Reprise, colorido, 95 min.

Obsessiva

22H20 NA GLOBO

(Obsessed). EUA, 2009. Direção de Steve Shill, com Beyoncé Knowles, Idris Elba, Ali Larter, Bruce Mcgill, Matthew Humphreys, Scout Taylor-Compton.

Existe outro thriller com o mesmo título, de Campion Murphy, mas o que a Globo apresenta é estrelado por Beyncé. É a históreia de executivo bem casado - com mulher estonteante e que passa a ser perseguido por estagiária da firma. Mais um filme na vertente de atração fatal, e o curioso é que a sexy Beyoncé faz a 'esposa devotada'. Adivinhe se não será ela a resolver a parada (mas isso também ocorria no Atração Fatal de Adrian Lyne, quando Anne Archer pegava em armas). Reprise, colorido

John Woo: Bala No Prato

0H00 NA CULTURA

(John Woo Bullett in the Plate).

França, 2002. Direção de Caroline

Vié-Toussaint.

A francesa Caroline Vié-Toussaint investiga vida e obra de John Woo, na tentativa de mostrar que é tudo a mesma coisa para o grande diretor de ação. O supermercado em Los Angeles aos grandes astros e ao jogo de máscaras que o trai, tudo é passado a limpo. Os cinéfilos agradecem. Reprise, colorido, 52 min.

Os Desafinados

2H30 NA GLOBO

Brasil, 2008. Direção de Walter Lima Jr, com Rodrigo Santoro, Cláudia Abreu, Selton Mello, Ângelo Paes

Leme, André Moraes, Alessandra

Negrini.

Walter Lima Jr. acalentou durante anos o sonho de fazer este filme sobre jovens brasileiros que formam grupo musical e sonham tocar no Carnegie Hall. O filme documenta o alvorecer da Bossa Nova e depois acompanha os conturbados anos da ditadura militar. Tudo é feito com carinho, cuidado, o elenco é ótimo, mas o resultado fica aquém do que se podia esperar de tantos talentos (incluindo, e principalmente, o diretor). Reprise, colorido, 131 min.

TV Paga

O Franco Atirador

15H55 NO TCM

(The Deer Hunter). EUA, 1978. Direção de Michael Cimino, com Robert De Niro, John Cazale, John Savage, Christopher Walken, Meryl Sterep, George Dzundza.

O mais sofrido de todos os filmes que deram seu testemunho sobre a Guerra do Vietnã, e numa época em que ela ainda era muito recente. Na véspera de partir para a guerra, amigos que trabalham numa siderúrgica da Pensilvânia saem para caçar veados pela última vez. A guerra os afeta de forma distinta, mas todos voltam devastados emocionalmente. Vencedor de vários Oscars, entre eles filme e direção. Michael Cimino fez a seguir Portal do Paraíso e o filme, que carrega o rótulo de haver levado a empresa United Artists à bancarrota, fez sua carreira desandar. Se seguir a tradição do horário, o TCM deve mostrar o filme dublado, o que é pena (mas está virando regra, mesmo nos canais pagos). Reprise, colorido, 176 min.

Meu Melhor Companheiro

18H25 NO TELECINE CULT

(Old YEller). EUA, 1957. Direção de Robert Stevenson, com Dorothy McGuire, Fess Parker, Chuck Connors, Jeff York, Tommy Kirk.

Produção da Disney que ostenta a fama de ser o melhor filme já feito sobre a relação entre crianças e animais. Pode haver exagero na afirmação, mas é muito bom. No Texas, por volta de 1860, garoto rejeita cão, mas ele se mostra valoroso (e até salva sua família). Reprise, colorido, 83 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.