Em carta aberta, mãe de Winehouse oferece ajuda à filha

Cantora segue enfrentando problemas com drogas e álcool, apesar de sucesso.

BBC Brasil, BBC

09 de dezembro de 2007 | 12h10

A mãe da cantora britânica Amy Winehouse redigiu uma carta aberta em que pede que a filha entre em contato e "conte o que a está perturbando".A carta foi publicada neste domingo pelo tablóide britânico News of the World."A fama precoce a deixou sobrecarregada e confusa", diz Janis Winehouse na mensagem."Eu quero você de volta. Afinal, você ainda é o meu bebê. Sempre será", concluiu.A cantora de 24 anos é conhecida por seus problemas com o uso de drogas e de álcool, tendo que responder a processos judiciais e sendo banida de apresentações em vários países.Esta semana, ela foi flagrada vangando pelas ruas de Londres apenas de jeans e sutiã.Além disso, seu marido, Blake Fielder-Civil, está preso por ter agredido o dono de um bar e por obstrução do caso na Justiça.Winehouse cancelou todos os seus shows e aparições públicas até o final do ano.Ela, no entanto, ainda é prestigiada por fãs e especialistas em música. Nesta semana, ela foi indicada a seis prêmios Grammy - um recorde para uma artista britânica mulher.Janis Winehouse disse ter falado com a filha há pouco tempo, mas que decidiu escrever a carta por acreditar que a cantora só iria buscar ajuda a pedido seu."Esta carta é a minha maneira de assegurar que você sabe que tudo o que tem a fazer é nos procurar, Amy, e vamos fazer o que estiver em nosso alcance para que você volte a ficar bem", escreveu a mãe."Quando vi suas fotos na rua, passando frio, eu só queria entrar nelas e envolver você em um cobertor quentinho.""Eu, seu pai e seu irmão Alex queremos que você fique feliz e se recupere rápido. Tudo o que eu quero é ter você aqui em casa, para ajudá-la a engordar um pouquinho com muita comida caseira", diz Janis.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.