João Miguel Jr/Tv Globo/Divulgação
João Miguel Jr/Tv Globo/Divulgação

Ellen Roche é uma das belas na órbita d'O Astro

Atriz aprendeu mágica para ser assistente de Herculano

Patrícia Villalba, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2011 | 00h00

Causou frisson na coletiva de lançamento da minissérie O Astro, na terça-feira, a cena em que a atriz Ellen Roche aparece sendo serrada ao meio por Herculano, o personagem-título de Rodrigo Lombardi. Além de vidente, como o personagem interpretado por Francisco Cuoco no original de 1977, Herculano Quintanilha agora é ilusionista, um David Copperfield da Lapa.

Na boate Kosmos, ele se apresenta como o Professor Astro, ao lado da bela assistente de palco, Valéria. "É muito bacana, porque a assistente do mágico é uma personagem muito atraente", diz Ellen, que aparecerá como um pin-up moderna, no estilo Dita von Teese. "E fora isso, a Valéria tem uma história excelente fora do palco, sem nada daquele glamour."

De acordo com a dinâmica de gravação criada pelo diretor Mauro Mendonça Filho, as cenas na Kosmos são gravadas quase sem cortes - Valéria é serrada ao meio "de verdade", ou seja, os números de mágica são mesmo realizados. Para isso, a dupla de atores passou por um treinamento intensivo com mágicos profissionais. "Enquanto o Rodrigo foi gravar em Curitiba, eu fiquei aqui treinando. Mostro vídeos para os meus amigos e eles não acreditam no que a gente faz", diverte-se a atriz, que além de treinar mágica, tem ensaiado números para o quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão. Ela foi eliminada no último domingo, mas tem fé de que vai voltar na repescagem da competição.

Valéria é uma das belas mulheres na órbita do charmoso Herculano. Há ainda Amanda (Carolina Ferraz), esta sim seu amor, Lili (Alinne Moraes) e até Clô Hayalla (Regina Duarte). "A Valéria tem um algo mais com ele sim. Mas não tem como não ter, né? Ela é assistente dele, e ele é tão charmoso...", observa Ellen.

Com 60 capítulos e escrita por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro, O Astro estreia no dia 12, às 23 horas. Mais do que um remake, uma obra totalmente nova baseada no original de Janete Clair, a minissérie comemora os 60 anos da telenovela brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.