Elke Maravilha vira síndica no Multishow

José Wilker deu relevante depoimento sobre Roque Santeiro, novela histórica agora em reprise pelo Viva, ao Reviva, programa do mesmo canal. Vai ao ar segunda, às 21h15.

O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2012 | 03h09

"Quando a novela foi concebida na segunda versão - a primeira foi proibida pela censura -, o (diretor-geral) Paulo Ubiratan sugeriu que cada um usasse as suas habilidades de sotaque, de acento, na fala e no gesto", disse Wilker ao Reviva. "Ele queria que cada personagem se expressasse de acordo com uma ou outra região do País. Então, pra mim, a construção de Roque Santeiro foi no sentido inverso, para distinguir Roque da grande festa carnavalesca que era o Roque Santeiro. Ele não tem nenhum gesto, ele não tem nenhuma voz especial. Ele é, digamos, uma espécie de figura montada, como santo de barro de escultor de feira livre do nordeste. Tá lá, é uma estátua."

A TV Cultura agora tem conteúdo oferecido pelo Now, menu de Video On Demand (VOD) da Net.

Da periguete à moça de família, os esmaltes ostentados por Suelen/Ísis Valverde e Débora/Nathalia Dill na novela Avenida Brasil lideraram a procura de telespectadoras à Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) esta semana.

Tarcísio Meira e Glória Menezes assinam o prefácio da biografia da atriz Neuza Amaral, e não Borges, como cá foi dito, equivocadamente. Aos 82 anos, a atriz lança Isto Eu Vivi no dia 27, na Câmara de Vereadores do Rio.

René Simões, atual diretor técnico das categorias de base do São Paulo Futebol Clube, é mais um nome no staff de comentaristas da Record para a Olimpíada de Londres. Seu foco serão as partidas de futebol da seleção feminina.

A inesgotável Grande Família voltou a bater nos 25 pontos de média de audiência anteontem em SP.

"Não é pão e circo que o povo quer. O povo quer pão ciabatta com salame italiano e circo pegando fogo" Do ator e cantor Alexandre Nero no Twitter

O Multishow está virando reduto de ex-jurados do Silvio Santos. Após abrigar reality show com Sérgio Mallandro, o canal ganha a gargalhada de Elke Maravilha. Ela está na nova temporada da bem-sucedida série Morando Sozinho, produção da Conspiração Filmes, que estreia hoje, às 22 h. Agora, além de pagar as contas e arrumar a casa, Miguel, personagem de Leandro Soares, terá de lidar com Dona Violeta, a própria Elke, que entra em cena como síndica do prédio - eis o par na foto ao lado. Representante de uma geração que escreve, atua e dirige, Leandro também assina o roteiro da série. Quanto a Elke, prepare-se: ela surgirá vestida de bruxa kabuki e de Uma Thurman em Kill Bill.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.