Elite escolhe as belas da safra 2002

Pele morena, corpo esguio, traços indígenas, grandes olhos verdes e um sorriso encantador. Essa é a garota que no fim do mês vai representar o Brasil nas passarelas internacionais. A paraibana Ingrid Kelly Feitosa, 16 anos, foi a grande vencedora do Dakota Elite Model Look 2002, o mesmo concurso que revelou Gisele Bündchen. Ingrid foi escolhida entre 20 finalistas que desfilaram para um júri formado por produtores de moda na noite de segunda-feira, no Restaurante Panorâmico do Aeroporto de Congonhas.Em segundo lugar ficou a mineira Giovana Machado Cornacchia, 14 anos. As duas representam o Brasil na final mundial do concurso, no dia 31 de agosto em Túnis, na Tunísia. Lá disputarão com mais de 100 classificadas de 47 países um prêmio de US$ 150 mil (1.º lugar), além de uma prometida carreira de sucesso."Nunca imaginei chegar até aqui. Durante o desfile eu estava calma, mas quando anunciaram meu nome perdi o fôlego, fiquei nervosa", disse Ingrid, 1,80m e 53 kg. Filha de um motorista e de uma funcionária do Sebrae, Ingrid cursa o segundo colegial em João Pessoa, sua cidade natal. Apesar de nunca ter saído do País, ela garante estar pronta para trabalhar fora. "Se eu chegar onde Gisele chegou tá bom", diz, referindo-se ao ícone unânime dela e de suas colegas modelos.Giovana, mais extrovertida, também ficou deslumbrada com o segundo lugar e com a viagem para a Tunísia. "Estou muito feliz. Comecei a carreira no início do ano e, no primeiro concurso que participo, já sou uma vencedora. É bárbaro!", exclama ela, do alto de seus 1,77m e 50 kg. Giovana é de Belo Horizonte e também confessa que sonha alcançar o posto de Gisele. "Que modelo não sonha com isso?".Na mesma noite foi realizada também a final masculina do Dakota Elite Model Look 2002. O vencedor foi o paulista Lucas Mascarini, de 16 anos, que disputou o posto com outros dois garotos. Lucas não irá para a final mundial, pois o Brasil é o único país que promove a versão masculina do concurso.Ele foi descoberto por um "olheiro" na sua cidade, São Carlos, interior de São Paulo. Tímido, Lucas conta que não tem namorada e que nunca havia pensado em ser modelo. "Eu achava que isso era só coisa de mulher." Mas e agora, que se tornou o top dos new faces (como as agências chamas os novos modelos)? "Ah, eu faço tudo o que me mandarem."Para chegar na final, Ingrid e Giovana, as duas futuras promessas da moda nacional, tiveram de desbancar 60 mil inscritas e outras tantas garotas levadas à Elite pelos caçadores de talentos. Uma verdadeira maratona.Primeiro, há uma etapa local, realizada em 60 cidades, de onde saem as candidatas para a seleção regional. Foram 12 rodadas até a escolha das 100 meninas para a semifinal nacional, que aconteceu dia 11 de agosto. As escolhidas para a final tiveram o visual renovado, aulas de maquiagem e fizeram testes de fotografia e desenvoltura. As 18 que não vão para a final mundial ficam no casting da Elite.O evento estava lotado. Mais de 300 pessoas, entre produtores de moda e beldades do meio, foram prestigiar a escolha das representarens nacionais. A apresentação do desfile ficou a cargo de Johnny Luxo ? ícone do mundinho fashion e modelo preferido do estilista Alexandre Herchcovitch ?, que comandou a festa usando suspensórios e sapato de bico fino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.