Elisa Stecca

Estudou direito, formou-se em artes plásticas, é designer de joias, mãe, apresentadora e,[br]entre tantas tarefas, tornou-se escritora e abre mostra amanhã

, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2011 | 00h00

Você é designer, empresária, mãe, escritora, blogueira. Como concilia todas as funções?

Costumo dizer que não perco tempo. Tenho uma rotina muito organizada. Acordo, faço ioga, medito, faço dever de casa com minhas filhas, levo para a escola e cuido do blog, à tarde me dedico "às coisas da rua".

E ainda há tempo para escrever um livro (Hoje É o Dia Mais Feliz da Sua Vida) e dar palestras.

Brinco que, para me aliviar de tanta coisa que faço, inventei outra, que é escrever. Tenho uma relação muito forte com a escrita. Toda minha criação, principalmente a das joias, passa por querer me comunicar, escrever de alguma forma.

Seu livro é de autoajuda. Não temeu o preconceito?

Não. É autoajuda, sim. Mas a gente precisa se ajudar. Digo coisas que as pessoas intuem o tempo todo. Só é preciso alguém para formalizar. O livro é parte do meu processo criativo, pois todo meu trabalho é para me tornar uma pessoa melhor. Está no meu livro e está nas joias, tiaras, em tudo que crio. A palestra é para compartilhar experiências. Há um padrão mental e espiritual que existe com o qual a gente se conecta. Só que para mudar o padrão antigo é preciso criar um novo.

E a ideia de vestir rosa por três meses seguidos?

Tem a ver com estilo e com energia. Estilo em grego quer dizer coluna, o que nos sustenta. A cor rosa é poderosa, é a cor do chacra umeral, entre as omoplatas, nossas asas. Rosa também é a mistura do branco, a plenitude das cores, e o vermelho, a cor do chacra básico, da realização. Então, rosa é a realização plena.

É essa atmosfera que vai levar para a mostra no Marakuthai e a nova coleção?

Isso. A reabertura da loja, na semana passada, trouxe a nova coleção. A mostra no Marakuthai abre amanhã com um jantar com comidas rosas. Será um "desfile parado" com o "melhor do rosa" que usei nestes meses. Além disso, esta semana vou lançar no Minas Trend peças que criei para o Ronaldo Fraga.

A moda está sempre presente.

Sempre. Eu já fui editora de moda. Adoro a agilidade e a mudança da moda. Mas desejo é a moda antimoda, antitendência de quem quer expressar sua individualidade.

QUEM

Elisa Stecca

Após uma separação difícil, lutou contra o vício em álcool e drogas. De sua experiência, nasceu o livro Hoje É o Dia Mais Feliz da Sua Vida (Matrix)

ONDE

Marakuthai

Ela escolheu o Marakuthai

(Al. Itu, 1.618), onde inaugura amanhã, às 21 horas, a mostra O Melhor dos Rosas, que reúne moda, literatura e gastronomia

O QUÊ

Carpaccio de beterraba

Vegetariana, saboreou um carpaccio de beterraba com castanhas. O prato está no cardápio de amanhã, quando ela abre a sua mostra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.