Eliana renova com Record e prepara estréia no cinema

"Vai dar para comprar muito sorvete." Essa foi a resposta da apresentadora Eliana ao ser indagada sobre o valor de seu novo contrato com a Record, renovado ontem, seis meses antes do previsto. Pelo jeito, serão caminhões de sorvete. O sigilo sobre quanto vale a manutenção dessa estrela de primeira grandeza no casting da emissora é cláusula contratual. Eliana agora é mais do que mera funcionária da casa. É parceira."Ela é um de nossos trunfos para lutar pelo segundo lugar em audiência", avisa Luciano Callegari, superintendente-artístico e de Programação da Record. Callegari, aliás, acompanhou os primeiros passos de Eliana como apresentadora, quando a loirinha estreou, em 1991, no SBT. "A diretoria sabe de seu sucesso."Sorrisinho no rosto, Eliana anuncia diversos projetos para os próximos quatro anos de vigência do contrato. "A primeira intenção é consolidar o Eliana & Alegria. A partir de agora teremos o apoio de uma equipe de criação", diz. Avisa que a atração terá novos quadros, desenhos e mais viagens - o que implicará em redução do número de programas ao vivo. "Quero fazer mais externas." Eliana fica no ar duas horas por dia e com o novo contrato terá assegurados dois especiais, um no Dia da Criança, outro no fim do ano.A parceria com a emissora ganhará vida com o Record Kids, segmento que cuidará de tudo o que diga respeito ao segmento infantil dentro da empresa, como licenciamento de produtos, bonecos do produto ou CD do programa Eliana & Alegria. O projeto inclui ainda o lançamento, talvez em formato semanal, de um programa com Eliana em um canal a cabo, não revelado. Isso sem falar do portal da apresentadora, que passará a ser utilizado dentro do programa e terá apoio da emissora.De todos os projetos, sem dúvida o mais palpitante é o lançamento de Eliana como atriz. A loirinha será a protagonista do primeiro longa da Record Filmes, que deverá ser lançado entre janeiro e junho de 2003. "Estar no cinema não é ego de artista. Quero levar para a telona algo que passe uma mensagem bacana, que agrade não só às crianças, mas aos adultos também."Eliana recebeu algumas sinopses, mas não gostou de nada. "Não quero fazer só um filme comercial, nem centrado só em mim." A idéia, segundo Marcus Vinícius Chisco, diretor de Estratégias e Novos Negócios da Record, é buscar produtora e distribuidora no mercado para a realização do filme. "Ainda não há nada definido." A Record não pretende produzir cinema - e sim usar seu poderio de mídia, aliado à força da marca Eliana, para se lançar no negócio. "Há pelo menos três anos comento esse desejo de fazer cinema, agora acho que vai acontecer", diz Eliana.O contrato também deixa em aberto a possibilidade de a apresentadora fazer um outro programa na casa, talvez com jogos e gincanas. Mas ela nem pensa em abandonar as criancinhas. "Uma pesquisa feita pela consultoria de Jaime Troiano atestou que meu público é formado por crianças de 4 a 12 anos, e sou a única a estar no ar falando com essa faixa etária. Esse é meu maior tesouro", avalia. E tem razão. Tanto que Xuxa, quem diria, está querendo voltar aos baixinhos. Só que agora vai ter de disputá-los com Eliana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.