Filipe Araújo/ AE
Filipe Araújo/ AE

Elenco de 'Southland' divulga a série no Brasil

Atores vieram ao País para falar promover último capítulo do programa, na semana que vem

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2011 | 11h01

Os atores Ben McKenzie (que interpretou Ryan Atwood, na série The O.C.) e Regina King (a Sandra Palmer, de 24 Horas) estão no Brasil para promover o capítulo final da 3ª temporada da série Southland, que será exibido por aqui no dia 13 de outubro. O seriado vai ao ar sempre às quintas-feiras, às 21h, no canal por assinatura Space. Para quem ainda não acompanha a história e quer ter uma ideia da trama, dá tempo de ver hoje seu antepenúltimo capítulo.

Nesta quarta, os atores conversaram com a imprensa, em São Paulo, sobre a série, que acompanha o cotidiano de oficiais e detetives da polícia de Los Angeles. Todas as histórias são baseadas em fatos reais, vivenciados por policias que atuam nos lugares mais perigosos da cidade americana. Em Southland, Ben McKenzie interpreta o policial Ben Sherman, que, no capítulo final desta temporada, batizado de Graduation Day, viverá seu último dia como um recruta novato da polícia. E Regina King dá vida à destemida detetive Lydia Adams.

Em meio a casos escabrosos e violentos, os personagens têm de lidar com problemas familiares e dificuldades no trabalho. "Minha personagem não é glamourosa. Não preciso chegar ao set de filmagem duas horas mais cedo para fazer maquiagem toda elaborada. A série, como um todo, é bastante realista", explicou Regina.

Nos Estados Unidos, a 3ª temporada já chegou ao fim e o elenco está aguardando para dar início à 4ª temporada, que deverá ser rodada a partir de novembro. "Ainda estamos nos abastecendo de novas informações sobre a temporada", disse McKenzie. Contracena com Regina e McKenzie a atriz Josie Ochoa, que interpreta Jenny Gago, parceira de Lydia. Tom Everett Scott vive o detetive Russel Clarke, antigo parceiro de Lydia. Já Michael Cudlitz é o veterano John Cooper, parceiro de Ben, um viciado em medicamentos contra dor.

Criada em 2009 para substituir o sucesso médico E.R., a série Southland foi escrita por Ann Biderman - ganhadora do Emmy por seu trabalho de roteirista em Nova York Contra o Crime - e produzida por John Wells, mesmo produtor de E.R. e The West Wing. "Acho que as séries sobre médicos, advogados e policiais fazem tanto sucesso porque é algo próximo dos espectadores. Temos de lidar cotidianamente com esses profissionais", analisou McKenzie. "Queremos fazer a série mais autêntica possível. Por isso, vamos gravar em áreas de gangues. É perigoso, mas recompensador", contou Regina.

A primeira temporada da série foi exibida no exterior pelo canal NBC. No entanto, insatisfeitos com o resultado, os diretores do canal cancelaram a 2ª temporada quando seis capítulos já tinham sido gravados, mas não exibidos. A TNT americana, então, comprou os capítulos e deu continuidade à série. A audiência subiu e o programa rendeu esta 3ª temporada. "Isso prova que a TNT é um canal que tem capacidade para assumir riscos quando acredita em um projeto", defendeu McKenzie. Aliás, o ator, assim como os outros colegas de elenco, está aproveitando a estadia em São Paulo, há três dias, para comer e beber muito bem. "Mal vejo a hora de conhecer o Rio de Janeiro", confessou Regina King.

Uma divisão da TNT, o canal Space exibe também séries como "ustified, The Closer, Rizzolli & Isles, Leverage, Dark Blue, além de lutas de MMA e Kickboxing. As informações são do Jornal da Tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.