Munir Chatack/Divulgação
Munir Chatack/Divulgação

Elenco da Record ganha reforço de preparador do cinema

Sérgio Penna treina elenco principal da novela que substituirá 'Ribeirão do Tempo' em abril

AE, Agência Estado

14 de janeiro de 2011 | 11h01

A Record decidiu investir mais em sua teledramaturgia e contratou o preparador de atores Sérgio Penna para um workshop de duas semanas com o elenco principal da novela que substituirá Ribeirão do Tempo, em abril. Ainda sem título, o folhetim de Cristianne Fridman terá atuações de Simone Spoladore, Beth Goulart, Guilherme Berenguer, Thaís Fersoza e Leonardo Vieira, entre outros. As gravações começaram anteontem, no Rio.

No total, 20 atores da novela participam do treinamento com Penna, que atuou como preparador de elenco no cinema, em filmes como Bicho de Sete Cabeças, Chega de Saudade, Lula, o Filho do Brasil e Batismo de Sangue, além de trabalhar nas minisséries da Globo Antônia e Carandiru - o longa-metragem também contou com o especialista.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, Penna diz que está aproveitando sua primeira experiência em novelas. "Fiquei feliz com o convite do (diretor Alexandre) Avancini, pois ele tem o cuidado de contar uma história com os personagens. Ele dá atenção aos atores", comenta. "A relação de Avancini com a dramaturgia me interessa bastante." Segundo Penna, a ideia do diretor é fazer um trabalho de maior aprofundamento do universo dos personagens, ao que está em jogo, aos sentimentos e destinos de cada um deles. "E é isso o que faço. Ajudo na construção do personagem. Então, estou bem à vontade", fala.

O preparador de elenco já levou os atores para uma volta nas ruas do Rio, cidade em que a trama será ambientada. Os atores passearam pela popular Feira de São Cristóvão, onde o personagem do ator Paulo César Grande terá um bar, e pelo Saara, região de comércio similar à Rua 25 de Março, em São Paulo. "Todo mundo aprende muito nesses lugares. Exercemos um trabalho de observação que, para o ator, é muito importante", diz o especialista, que valoriza a investigação da realidade. "A ideia não é imitar, mas, sim, buscar referências para aproximar esses personagens da realidade. Os atores precisam viver ao máximo o modo de vida de seus personagens."

Guilherme Berenguer, por exemplo, interpreta um motorista que tem uma banda de samba rock e é iludido pela personagem de Thaís Fersoza, uma moça rica, filha da vilã vivida por Beth Goulart. Para o papel, Berenguer foi a um show no bairro boêmio da Lapa. Amanda Lee também testou seus dotes culinários em um restaurante, já que fará uma cozinheira. "Este trabalho compromete mais o ator com seu personagem e a gente pode ganhar uma teledramaturgia mais interna, que é o que o cinema propõe. É trazer elementos de cinema e agregar à linguagem televisiva." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
televisãoRecordSérgio Penna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.