Elefantas de Cingapura ganham botas para combater dores

Milhões de mulheres no mundo tododevem sonhar com lindos pares de sapatos neste Natal,justamente o presente dado a duas elefantas do zoológico deCingapura. Veterinários calçaram as enormes galochas protetoras em Tune Jamilah nesta quarta-feira. Os calçados foram feitos --evidentemente sob medida -- com um tecido impermeável, mas quepermite a ventilação, com o objetivo de proteger as patas daspaquidermes de lesões crônicas. Tun, de 20 anos, tem uma perna dianteira mais comprida quea outra, consequência de uma torção sofrida quando um elefantemacho do mesmo zoológico montou nela, de acordo com ozoológico. "A melhor solução que pudemos pensar foi algum tipo de botaprotetora que fosse durável o suficiente para que um elefanteusasse até estragar, e possivelmente também à prova d'água",disse a veterinária Sonja Luz. O zôo já havia usado acupuntura e compressas quentes paraatenuar a dor das elefantas. Mantê-las calçadas, porém, será um desafio, já que aselefantas, inteligentes, rapidamente aprenderam a abrir o zíperdurante as provas. "Uma pata de elefante é muito diferente da dos humanos --as botas não foram projetadas tendo sapatos em mente", disseRaymond Lee, técnico da fábrica de calçados Gore-Tex, quedesenhou as galochas. (Por Melanie Lee)

REUTERS

12 de dezembro de 2007 | 10h34

Tudo o que sabemos sobre:
ODDELEFANTECOMBOTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.