Elba faz festa dupla no recife

RIO

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2010 | 00h00

Para celebrar três décadas de carreira, Elba Ramalho lança o DVD Marco Zero (Biscoito Fino), gravado ao vivo no centro do Recife. É Elba e convidados "forrozeando" com Anunciação, Banquete dos Signos e Qui Nem Jiló, "freveando" com Chuva de Sombrinhas, Tropicana e Frevo Mulher e juntando rostos para cantar os versos românticos de Gostoso Demais, De Volta Pro Aconchego, É Só Você Querer.

A gravação foi feita em 12 de março, aniversário de 473 anos de Recife. Elba tinha fechado o carnaval recifense com Alceu Valença e, em conversas com as autoridades locais, percebeu que aquele palco também deveria ser seu para a gravação do DVD. "Recife traduz toda a beleza e a força da cultura nordestina e brasileira, é uma fonte de água cristalina que jorra, jorra... É como dizem: sou paraibucana. Não que me desfaça da Paraíba, mas Pernambuco me dá muito mais coisas, me deu até um museu, em Caruaru."

Durante o show, Elba recebeu companheiros de trajetória como Geraldo Azevedo e Zé Ramalho, juntos a ela desde o comecinho de tudo, e outros já dos anos 90 para cá, como Lenine e Chico César. Além de gente que a cantora admira à distância: a pernambucana Cristina Amaral e o paraibano Flavio José. Compositores que mais gravou em seus discos, Dominguinhos, Nando Cordel, Luiz Gonzaga, Chico Buarque, todos estão no repertório. O dueto com Alcione em O Meu Amor, d"A Ópera do Malandro, a peça que revelou seu timbre e sua cabeleira para o Sudeste em 1978, é difícil de superar. A versão de Queixa, de Caetano Veloso, com Lenine, inédita, é outra novidade.

Os arranjos são do virtuoso da sanfona Cezinha, que criou para uma banda de 13 músicos. O DVD sai em parceira com o Canal Brasil. O CD correspondente tem 14 das 24 faixas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.