Egito vai abrir pirâmide 'inclinada' ao público

O Egito deverá abrir sua pirâmide "inclinada" à visitação pública dentro de alguns meses. O diretor de arqueologia do país disse no domingo que dentro de um ano a abertura deverá ser estendida a mais duas pirâmides.

SARA A. TO, REUTERS

16 de março de 2009 | 14h40

Atualmente, os turistas podem ver as pirâmides por fora, mas não entrar nelas.

A pirâmide "inclinada", assim chamada devido a sua parte superior inclinada, foi construída há cerca de 4.600 anos pelo faraó Snefru. Acredita-se que preocupações com a estabilidade da estrutura levaram à mudança na inclinação na metade da construção.

Zahi Hawass disse a jornalistas que "dentro de um ou dois meses a pirâmide inclinada será aberta ao público pela primeira vez".

Ele anunciou um projeto de desenvolvimento comunitário para a área orçado em 3 milhões de dólares.

"As pirâmides de Amenemhat 3 e Sesostris 2 serão abertas ao público no prazo de um ano", disse o diretor de arqueologia.

Tanto a pirâmide de Amenemhat 3, conhecida como a pirâmide negra, e a de Sesostris 2, se encontram em estado avançado de deterioração e já perderam boa parte de seu formato piramidal.

Tudo o que sabemos sobre:
ARTEEGITOPIRAMIDEINCLINADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.