Editoras independentes inauguram livraria em SP

Quando idealizou sua editora há dois anos e meio, Joaquim Pereira queria, além de publicar títulos acadêmicos e um pouco de literatura, criar um ponto de encontro de escritores, editores e leitores. Escolheu a casa n.º 40 da Rua Luis Murat, atrás do Cemitério São Paulo, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, e deu a ela o nome de Intermeios - Casa de Artes e Livros.

Maria Fernanda Rodrigues - O Estado de S.Paulo,

22 de abril de 2013 | 09h33

Quase na mesma época da inauguração da editora, outro editor independente, Vanderley Mendonça, da Demônio Negro, participava da Feira de Frankfurt no estande coletivo do Brasil. Ao ver que cada editora, rica ou pobre, tinha o mesmo espaço de prateleira naquela que é a maior feira de livros do mundo, logo imaginou uma livraria tão justa quanto aquele estande. Agora, com o apoio de colegas que também não conseguem competir com editoras best-sellers por um lugar nas estantes das grandes redes, os dois fundaram a Livraria de Microeditoras.

Aberta hoje ao público e instalada numa sala de 32 m² na entrada da casa onde funciona a Intermeios, a loja reúne livros de editoras independentes como Patuá, Terracota, Edith, Iara e, claro, a Intermeios e Demônio Negro. Nas prateleiras, estão títulos de jovens autores e também de outros já clássicos, como Ezra Pound e Octávio Paz. Há livros no formato padrão, e há edições caprichadas. Publicações de artista e livros-objeto. Por ora, o preço dos volumes é o mesmo oferecido pelos sites dessas editoras, mas a ideia é dar descontos.

A venda de livros pela internet, aliás, tem sido a estratégia das pequenas para continuarem vivas. "Mas quisemos ter um lugar físico por uma questão simbólica. E esperamos que isso seja um incentivo para que outras sejam abertas", comenta Vanderley.

Aos poucos, novas editoras vão chegando e são aguardados para breve volumes da Bolha (RJ), da Arte & Letra (PR) e da Jovens Escribas (RN), entre outras. Editoras estrangeiras e autores autopublicados também serão convidados.

Tudo o que sabemos sobre:
editoras independentesSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.