Editora Larousse abre filial brasileira

A editora francesa Larousse abriu uma filial brasileira e começa agora a distribuição de seus primeiros títulos. Até dezembro deste ano, a empresa promete investir US$ 2 milhões e publicar 100 títulos. Deste total de lançamentos previstos, 60 livros da Larousse brasileira serão apresentados ao público na 11ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro, que acontece entre 15 e 25 de maio. Conhecida pela enciclopédia Larousse, a editora, que foi fundada em 1852, quer buscar um diferencial no País. A maior parte dos primeiros livros que a Larousse traz ao mercado brasileiro é de literatura infanto-juvenil. Para o público adulto, por enquanto, a editora planeja lançar livros do filão do auto-conhecimento. Estão nos planos o lançamento de clássicos da literatura e obras de referência, mas para os próximos dois anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.