Editor de Harry Potter aposta em nova sensação literária

Barry Cunningham se esforça para preencher o vácuo que o final da saga do mago adolescente provavelmente deixará no mundo editorial infantil

Agencia Estado

14 Junho 2007 | 17h57

O editor Barry Cunningham, que apostou na série de aventuras do jovem bruxo Harry Potter, afirma que descobriu uma nova saga "mágica" na literatura infantil com Tunnels, um romance que terá um arqueólogo como protagonista. Cunningham se esforçou para preencher o vácuo que o final da saga do mago adolescente provavelmente deixará no mundo editorial infantil, já que o último romance de Harry Potter, obra da escritora britânica JK Rowling, será publicado no final de julho. Tunnels é uma história de ficção científica escrita por Roderick Gordon e Brian Williams. A narrativa é centrada em um menino arqueólogo que, ao escavar um túnel, descobre um mundo perdido sob a cidade de Londres. Segundo Cunningham, o livro oferece às crianças "um portal para outro mundo", ao estilo de Alice no País das Maravilhas. "Soube desde a primeira página que Harry Potter era algo mágico. Com Tunnels tive a mesma sensação, ao descobrir um mundo de imaginação além de nossas vidas", disse o editor ao jornal britânico The Independent. "Quando criança, era obcecado pela idéia de descobrir outro mundo, de encontrar uma porta misteriosa que me levasse a outra existência", admitiu Cunningham. Os autores de Tunnels, Gordon e Williams, começaram a escrever o livro quando o primeiro foi demitido de seu emprego como banqueiro na City (centro financeiro) de Londres. A determinação dos dois de levar adiante seu romance fez com que eles mesmos publicassem uma edição limitada, vendida em apenas um dia em uma livraria local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.