Edemar: duas obras de volta

O secretário Nacional do Ministério da Justiça, Pedro Abramovay, recebe hoje, em uma cerimônia simbólica de repatriação, na Procuradoria do Distrito de Nova York, duas obras de arte que pertenciam à coleção do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira.

Tonica Chagas ESPECIAL PARA O ESTADO NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2010 | 00h00

Os quadros Modern Painting with Yellow Interweave, de Roy Lichtenstein, e Figures dans une Structure, de Joaquín Torres García, fazem parte de uma lista com 29 obras da coleção de Cid Ferreira sequestradas pela Justiça brasileira depois da quebra do Banco Santos, em 2005, e que foram tiradas do Brasil ilegalmente.

Procurados pela Interpol, os quadros de Lichtenstein e do uruguaio Torres García foram apreendidos nos Estados Unidos quando já estavam sendo negociados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.