Eddie Murphy é o astro da comédia 'Roubo nas Alturas'

Talvez seja bom esclarecer, de saída, para que o espectador não se impaciente em "Roubo nas Alturas". O melhor do novo longa de Brett Ratner está reservado lá para o meio. É quando entra em cena o personagem interpretado por Eddie Murphy. Nos últimos anos, o tira da pesada levou o que pode se definir como uma carreira errática. Após o sucesso inicial, Murphy perdeu o rumo encarnando galãs ou contracenando com animais, quando não com ele mesmo, escondido por trás de inúmeras máscaras (na série "O Professor Aloprado").

AE, Agência Estado

20 de dezembro de 2011 | 11h13

"Roubo nas Alturas" não é exatamente uma novidade, como comédia de ação. Como em qualquer um dos episódios de outra série - "Onze Homens e Um Segredo", o remake de Steven Soderbergh -, o plot é uma história de vingança. Milionário sem escrúpulos, que habita uma torre inspirada na Trump Tower, em Nova York, rouba os funcionários do local. O grupo heterogêneo é liderado por Ben Stiller e inclui Matthew Broderick. Resolvem se vingar, dentro do princípio que diz que quem rouba ladrão tem perdão. O problema é que Alan Alda, o milionário, se beneficia da extraordinária segurança que o prédio oferece. Os lesados não se intimidam e resolvem seguir em frente com seu plano, mas necessitam de um ''especialista''.

Como são ladrões amadores, recorrem a um profissional - interpretado por Eddie Murphy, que está saindo da cadeia. Ele entra em cena com seu charme mais cafajeste, encarnando, de novo e à perfeição, o tipo do malandro trambiqueiro que lhe cai como uma luva. O diretor Brett Ratner teve tempo de se exercitar na comédia de ação com a série "A Hora do Rush", estrelada por Jackie Chan, com o reforço de Chris Tucker. Lá eram policiais, aqui são os funcionários honestos que precisam se improvisar em criminosos para reaver o que é deles.

É verdade que, em matéria de ação na torre, "Missão Impossível - Protocolo Fantasma", que estreia amanhã, é imbatível, mas há uma certa Ferrari pendurada nas alturas e... Eddie Murphy. Ele é muito engraçado e, conforme vem declarando em sucessivas entrevistas, encontrou em Brett Ratner um diretor que deu carta branca ao elenco para improvisar, e depois tratou de aproveitar o melhor dessa improvisação. "Roubo nas Alturas" não é nenhuma maravilha, mas vai ser difícil não rir. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaRoubo nas Alturas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.