'É uma das grandes cantoras brasileiras'

, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

Hermínio Bello de Carvalho. Um grande fã amigo e produtor de Áurea Martins

 

 

Fissurado por vozes femininas, Hermínio Bello de Carvalho conheceu a de Áurea Martins por intermédio de Elizeth Cardoso. De fã virou amigo; de amigo, produtor. Ela é uma das personagens do livro que Hermínio está escrevendo sobre cantoras brasileiras. O que vem a seguir é um trecho do capítulo sobre Áurea.

 

Inédito. Leia a íntegra da crônica sobre Áurea Martins

"O cenário é meu apartamento. (...) Ela beberá um copo de água, respirará fundo - e aí vão rolar as histórias, as lembranças, de como venceu há 45 anos o programa A Grande Chance, do Flávio Cavalcanti. (...) E aí veio uma quase invisibilidade, menos para aqueles que frequentavam a noite. (...) É preponderante a qualidade de tudo que sua voz expele; literalmente expele. Se esfrega nas palavras, porque o hábito da leitura deu-lhe mais essa qualidade: a de se tornar íntima dos versos que canta.

"Não vai rolar um sambinha?", perguntam-lhe às vezes, porque afinal a negona está ali para entreter, deve ser eclética, se possível tocar um reco-reco (...) Ela, desaforada, responde à provocação, no mais das vezes destituída de maldade, com Janelas Abertas, de Tom e Vinicius. E aí dá-se o deslumbre."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.