Imagem Fábio Porchat
Colunista
Fábio Porchat
Conteúdo Exclusivo para Assinante

É só uma piada

Eu não concordo quando alguém se justifica dizendo: "É só uma piada". Isso reduz o humor a nada, a algo besta, como se fazer uma piada fosse a coisa mais idiota do mundo. Calma, minha gente, eu não falei nada sério, nada útil, nada que deva ser levado em consideração, "é só uma piada". Tá errado! Se é uma piada, aí é que é sério. É como se as palavras "só" e "piada" não pudessem existir numa mesma frase.

FÁBIO PORCHAT,

16 de março de 2014 | 02h10

O humor é uma arma tão forte que ofende, incomoda, gera debate, confusão, controvérsia... Dizer que "é só uma piada" é tirar o corpo fora. É não se responsabilizar pelo que está se dizendo. Se você tem uma opinião e ela foi dada de forma cômica, ela continua sendo a sua opinião. Se esconder por trás do riso que foi gerado é não se dar o devido valor.

Quando você faz humor, tem que saber que muita gente (muita gente) não tem humor e, por isso, podem lidar mal com a sua observação. É um risco que se corre quando se fala o que quer. A comédia é tão poderosa porque une. Ao falar de forma divertida sobre alguém, você está dando a possibilidade de outras pessoas, juntas, rirem desse alguém. E tem coisa pior do que ser o motivo da chacota perante qualquer pessoa?

Eu sou a favor de se fazer humor com qualquer assunto, qualquer! (Repare que eu falei fazer humor e não ser polêmico. Você pode até ser polêmico fazendo humor, mas nunca é humor só porque é polêmico, tem uma diferença aí.) Agora, você tem que estar preparado para as consequências. E eu não estou falando de processos, não. Falo das consequências morais.

Você pode fazer piada com a maior doadora de leite humano do Brasil? Pode e pode ser muito engraçado. Mas você tem que saber que essa pessoa pode virar motivo de riso entre todos, pode ficar deprimida por conta disso e que, talvez, ela tenha que se mudar de sua cidade. E a pessoa que fez a piada agora faz parte da história da vida dessa pessoa. Foi ela quem jogou uma luz sobre esse assunto, ela que despertou a atenção das pessoas para aquele fato. Claro que a população passar a ridicularizar a pessoa é culpa da ignorância dessa população, mas o piadista precisa saber onde ele está mexendo.

Percebe o que pode estar embutido numa simples piada? Com uma piada, por mais inocente que ela possa (parecer) ser, você pode transformar pra sempre a vida de alguém. Pode denunciar algum escândalo, pode fazer mudar a mentalidade de uma população inteira. "Só" com uma piada.

Fazer humor para alegar que "é só uma piada", é como dar uma metralhadora para uma criança de 10 anos. É uma arma muito poderosa para ser utilizada por uma pessoa tão despreparada.

Tudo o que sabemos sobre:
Fábio Porchat

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Netflix divulga as 5 séries internacionais preferidas do público brasileiro
  • Após afastamento, Laura Cardoso deve voltar às gravações de 'A Dona do Pedaço' nesta semana
  • Maria Joaquina de 'Carrossel', Ludwika Paleta posta foto com filho e recebe elogios de fãs
  •  Lollapalooza Brasil 2020: confira o line up por dia 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.