E o Oscar vai para... a França?

Está havendo uma rara unanimidade nos EUA. O filme francês O Artista, de Michel Hazanavicius, ganhou vários prêmios da crítica, além de indicações para o Globo de Ouro. Mesmo assim, não foi indicado pela França para ser seu concorrente na disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro. A França indicou A Guerra Está Declarada. Muita gente se pergunta o porquê da decisão.

O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2012 | 03h08

Vale se reportar ao ano passado, quando os franceses indicaram um filme que havia provocado verdadeira comoção nacional. Homens e Deuses, de Xavier Beauvois, não era tudo isso, mas uniu publicações tão diversas e até opostas, como Cahiers du Cinéma e Positif. O filme não foi finalista para o prêmio da Academia e a França ainda viu o que parecia um desagravo - Os Foras da Lei, de Rachid Bouchareb, acusado pela direita de ser antifrancês, ficou entre os indicados.

A França agora confia que O Artista será indicado pelos próprios norte-americanos nas categorias de melhor filme, direção e ator (Jean Dujardin). Houve precedentes de Pedro Almodóvar e Roberto Benigni, mas não custa lembrar que A Vida É Bela também foi indicado pela Itália. / L.C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.