E a privacidade do público, hein?

Peralá

O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2013 | 02h22

Em defesa de José Sarney,

que outro dia foi chamado pelo

editor e filósofo alemão Thomas

Neumann de "espécie de Berlusconi do Brasil", deve-se dizer que

nepotismo é coisa muito mais

família que bunga-bunga!

Frase de efeito

Corre nas redes sociais um

slogan pela liberdade de

expressão dos biógrafos:

"Lugar de biografia autorizada

é no Facebook!"

Desgovernado

Entreouvido em conversa de

botequim da Vila Madalena:

"Não é de hoje que o Nelson Rubens circula por aí na contramão!"

Ah, tá!

O ministro Aldo Rebelo decidiu

abrir mão de sua candidatura ao

governo de São Paulo, atendendo

a pedido da presidente Dilma

para que continuasse à frente do

Ministério do Esporte. Isso quer

dizer o seguinte: nada,

absolutamente nada!

Ela merece!

Ana Paula Maciel, a bióloga

brasileira presa na Rússia

em protesto de ativistas do

Greenpeace contra a exploração

de petróleo no Ártico, foi o

principal assunto da última

reunião de pauta da Playboy.

Pode ser um motivo a mais

para todo mundo pedir pela

libertação da moça!

Porque hoje é sábado

Há uma festa no ar pelos

100 anos de Vinicius de Moraes. Não se faz mais biografia

como antigamente!

Ninguém perguntou ao Alexandre Frota o que ele acha dos argumentos do tal Procure Saber, mas o ex-marido da Cláudia Raia não deve estar entendendo nada desse papo de "direito à privacidade" do biografado. Sua recém-lançada biografia autorizada (Identidade Frota - A Estrela e a Escuridão - 5.0) é, como se sabe, uma espécie de Guinness Book da evasão de privacidade.

O cara não serve de exemplo pra nada, mas descontando os exageros de sua personalidade egocêntrica e depravada, mantém com a privacidade mais ou menos a mesma relação promíscua praticada pela maioria dos artistas e afins, da Mulher Moranguinho ao Caetano Veloso. Sempre que lhes interessa aparecer nos jornais, nenhum deles dá a mínima para a privacidade do leitor.

Se todo mundo hoje já sabe que o Cauã Reymond se separou dia desses da Grazi Massafera por causa da Ísis Valverde, a culpa não é só da mídia e da curiosidade doentia do público. A indústria das celebridades vive disso. Procure pensar nisso também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.