Duelo de divas

Smash ganha nova chance e estreia 2.ª temporada nos EUA

GABRIEL PERLINE, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2013 | 02h07

Uma garota caipira, com talento vocal incomparável, chega a Nova York para tentar realizar o sonho de ser atriz da Broadway. Arranja um emprego de garçonete, enfrenta dificuldades financeiras, é boicotada por pessoas que almejam objetivo semelhante ao seu, perde seu grande amor para a principal rival, mas triunfa no final, conquistando o papel principal em um espetáculo com futuro promissor. Assim foi conduzida Smash, série musical produzida por Steven Spielberg que estreia a 2.ª temporada na terça-feira (5) nos Estados Unidos. No Brasil, a trama está prevista para março (sem data definida), no Universal Channel.

A série empolgou o canal NBC logo na estreia do episódio piloto, em fevereiro de 2012. Foram mais de 11 milhões de pessoas ligadas à trama e a emissora logo anunciou, precocemente, a renovação para a 2.ª temporada. A audiência despencou para menos da metade ao longo da história e algumas mudanças precisaram ser feitas para sustentar a existência da nova fase. Mesmo assim, foi indicada para o Globo de Ouro 2013 na categoria melhor série de comédia ou musical.

O primeiro passo foi a saída de Theresa Rebeck, criadora da trama, substituída por Josh Safran, que assumiu o posto de showrunner e logo fez uma faxina no elenco. Foram dispensados quatro atores, cujos personagens irritaram o público: Raza Jaffrey (Dev), Jaime Cepero (Ellis), Brian d'Arcy James (Frank) e Will Chase (Michael).

Para repor as perdas, ele escalou nomes importantes para o casting. A primeira anunciada foi Jennifer Hudson no papel de Veronica Moore, estrela premiada da Broadway que movimentará a vida das protagonistas Karen Cartwright (Katharine McPhee) e Ivy Lynn (Megan Hilty). Outro reforço é Jeremy Jordan, indicado para o Tony Awards 2012 como melhor ator em papel principal pelo espetáculo Newsies. Ele interpreta o cantor e compositor Jimmy, que sofre de baixa autoestima e com tendências à autodestruição.

Além deles, Sean Hayes (Will & Grace) e Jesse L. Martin (Law & Order) se juntam ao elenco fixo. A cantora Liza Minelli foi escalada para algumas participações especiais.

Recomeço. On Broadway, episódio de estreia da nova fase, mostra algumas cenas da última apresentação do espetáculo Bombshell, baseado na vida de Marilyn Monroe, em Boston após a temporada de estreia. Aclamado pela crítica local, os diretores agora lutam por um teatro de grande porte em Nova York que possa receber a montagem. No entanto, os conflitos pessoais de alguns personagens prejudicam as negociações.

A começar por Eileen Rand (Anjelica Huston), produtora-executiva de Bombshell. Jerry (Michael Cristofer), seu ex-marido e detentor de grandes espetáculos da Broadway, movimenta seus contatos e faz com que todos os proprietários de teatros se recusem a abrigar a história de Marilyn. Além disso, novos escândalos sexuais envolvendo o diretor Derek (Jack Davenport), promovidos por Rebecca Duvall (Uma Thurman) e o divórcio de Julia (Debra Messing) impactam negativamente na reputação do grupo.

Karen termina de vez o namoro com Dev e engata um romance com Jimmy. E sua permanência no posto de estrela do musical volta a ser ameaçado por Ivy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.