Duas vezes a bela Reese

Em Nova York, em dezembro, o diretor e roteirista James L. Brooks já admitira que havia escrito Como Você Sabe para Reese Witherspoon. "Além de muito bonita, Reese possui um registro amplo que lhe permite ir da comédia ao drama com a mesma facilidade. Escrever para ela é o sonho de todo roteirista." Jack Nicholson, ator fetiche do cineasta - ganhou dois Oscars em filmes por ele realizados, melhor ator por Melhor É Impossível, melhor coadjuvante, por Laços de Ternura-, somou sua voz ao elogio na coletiva realizada num hotel de Manhattan.

, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2011 | 00h00

"Reese não é só talentosa como é boa companheira. Aliás, esse set foi um dos mais prazerosos que frequentei. Nenhum choque de egos, todo mundo feliz de estar contando essa história. Se uma parcela disso passar para a tela, e estou certo de que sim, pois Jim (Brooks) é ótimo, o filme será um sucesso."

A previsão de Nicholson ficou só no desejo. Como Você Sabe não repetiu o êxito de público de outros filmes de James L. Brooks. Nenhum ator foi indicado para o Oscar, o que é frequente na obra do diretor. A estreia no Brasil sofreu sucessivos adiamentos.

Pode ser mera coincidência, mas Como Você Sabe terminou estreando na sexta passada, com outro filme também estrelado pela vencedora do Oscar (por Johnny e June). Em Água para Elefantes, Reese Witherspoon divide a cena com Robert Pattinson, o ídolo das adolescentes por seu papel como vampiro na série Crepúsculo.

Como Você Sabe bem que poderia ter uma interrogação no título. Como você sabe que está apaixonado(a)? Pois é bem disso que trata a nova comédia dramática de James L. Brooks. A trama desenvolve-se num ambiente familiar e o apaixonado, Paul Rudd, filho de Jack Nicholson, está sendo acusado de fraude fiscal. O pai parece mais preocupado com a empresa do que com o filho, mas não é verdade. Nicholson torce para que Reese corresponda ao afeto de Rudd. Kathryn Hahn rouba a cena como a secretária. Em Nova York, ela brincou - disse que engravidou de verdade para se assegurar de que o papel da grávida seria dela.

Água para Elefantes baseia-se no romance de Sara Gruen. Francis Lawrence é o diretor e Robert Pattinson faz estudante de Veterinária que foge da depressão (dos anos 1930), refugiando-se no circo. Christoph Waltz, mais nazista do que em Bastardos Inglórios, é o déspota que inferniza a vida da mulher equilibrista. Nem maior espetáculo da Terra (para Cecil B. De Mille), nem menor (para Ingmar Bergman), o circo, aqui, é um mundo fechado (e cruel). Reese e Pattinson não têm química. A alma do filme é a elefanta. Sua ação será decisiva. Quando ela está em cena, o espectador até consegue encarar a tela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.