Donald Rumsfeld é vilão em peça teatral de Nova York

O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, que já vinha recebendo críticas pesadas de militares norte-americanos, agora é alvo de uma peça de teatro, que o pinta como principal responsável pela Guerra do Iraque.A peça leva o título de Stuff Happens (Isso Acontece), que foi a resposta dada por Rumsfeld às perguntas sobre abusos registrados em Bagdá, dois dias após a queda de Saddam Hussein.O autor é o britânico David Hare, que apresenta seu texto como uma "alegoria sobre o poder", no gênero "drama histórico", no estilo de William Shakespeare.Com quase três horas de duração, o texto relata as tramas entre Donald Rumsfeld e o vice-presidente americano, Dick Cheney, para convencer o presidente George W. Bush da necessidade de invadir o país árabe.Stuff Happens sustenta a tese de que a decisão de ir à guerra foi tomada muito antes de ser anunciada pelo Governo, sem considerar os esforços diplomáticos internacionais para evitar o conflito.Rumsfeld é descrito na peça como arrogante e impiedoso. Bush surge como uma pessoa influenciável que, no entanto, sempre quer ter a "última palavra".O drama estreou em 2004, em Londres, e chega esta semana à cena teatral nova-iorquina, ao mesmo tempo em que aumentam as críticas contra Donald Rumsfeld por sua gestão da Guerra do Iraque.Stuff Happens dividiu opiniões na imprensa nova-iorquina, não tanto por seu conteúdo político, mas principalmente por suas qualidades cênicas.Para o sensacionalista New York Post, a montagem "reflete perfeitamente o processo de tomada de decisões, além de documentar bem os erros de cálculo" do Governo.O The New York Times publicou que a peça deveria se chamar A tragédia de Colin Powell, por mostrar com crueza o dilema enfrentado pelo então secretário de Estado, que precisou defender em púbico uma guerra que "particularmente nunca apoiou".O The Wall Street Journal taxa o texto de "caricatural".Esta deve ser a última de uma série de peças na cena nova-iorquina nesta temporada centradas em Bush e na Guerra do Iraque, em todos os casos em tom crítico.Antes de Stuff Happens, o público de Nova York pôde assistir a Bush is Bad (Bush é Mau), Bush Wars (As Guerras de Bush) e Laughing Liberally (algo como Rindo de Tudo, mas com a conotação política da palavra "liberal").

Agencia Estado,

19 de abril de 2006 | 11h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.