"Domingão" congela concurso antes da final

O que parecia ser a porta para o sucesso virou uma verdadeira canoa furada. Pelo menos é assim que está o concurso Novos Talentos, do Domingão do Faustão. Os oito cantores finalistas, que há um ano e meio foram selecionados entre 30 mil inscritos, enfrentam a angústia de esperar - há seis meses - para terem CDs gravados pela Sony Music."A expectativa era de que o concurso terminasse em janeiro, mas não tivemos definição", diz o finalista Genésio Tocantins, de Palmas (TO). Segundo ele, "de vez em quando" a produção do programa liga para dizer que "não definiu a data da volta do concurso"."Nós assinamos um contrato de exclusividade, por isso não podemos aparecer em outro programa de TV, gravar CD ou fechar contrato com empresários", diz Tocantins. "Da mesma forma que não descumprimos nosso compromisso com a Globo, eles não poderiam fazer isso."O grande medo deles é brigar com a emissora. Segundo outro finalista, que prefere não se identificar, num telefonema à produção do programa foi informado que, se Faustão sair do ar, o quadro irá para outra atração.A Central Globo de Comunicação garante que o concurso voltará no segundo semestre, em período "menos conturbado". Mas o concurso de jovens talentos, versão dedicada aos menores anunciada em março de 2000, teve suas inscrições abertas ao público, mas não voltará.Faustão - Uns dizem que ele entra em férias em julho e ganha substituto - o que nunca ocorreu. Outros cravam que ele sai de folga só uma semana em setembro e deixa programa pré-gravado. Há até quem diga que o Domingão do Faustão pode acabar, mas a Central Globo de Comunicação jura que está tudo bem com Fausto Silva. O fato é que ele continua alvo dos estudos estratégicos da emissora.Ontem, o Departamento Comercial da Globo esteve reunido em São Paulo, para definir compromissos futuros com o mercado de anunciantes.A direção da rede não está segura sobre o que fazer. A dúvida é generalizada. O Comercial acendeu a luz vermelha, mas ainda não convenceu a cúpula de que a situação está a um fio de exigir uma atitude radical.O diretor Roberto Talma, agora, passa os domingos no estúdio para arrumar a área artística. Realizado em São Paulo há dois finais de semana, o Domingão volta a ser feito no Rio no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.