Domésticas não conseguem tirar novela do ar

A juíza Hert Helena Palermo, da 4.ª Vara Cível do Fórum de Santo Amaro, indeferiu hoje ação proposta pelo Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Jundiaí e região contra a Rede Globo deTelevisão. O sindicato queria impedir a exibição de cenas, na novela das oito, em que a personagem Zilda, empregadadoméstica, mantém relações sexuais com ?Carlinhos?, filho de seu patrão. O sindicato alegava que esse fato ?atenta contradireitos da personalidade dos empregados domésticos em geral?.A juíza indeferiu o pedido e arquivou o processo, assinalando que ?a novela é uma obra de ficção e não há como se confundirficção com realidade?. A juíza disse que uma obra de ficção em que se representa um personagem não pode denegrir o direitode imagem de toda uma categoria profissional. Assim, ?não há lesão ou ameaça de lesão aos direitos da personalidade dosempregados domésticos?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.