"Dom Quixote" é adaptado para a linguagem policial

O romance Dom Quixote foi adaptado para a linguagem policial com a finalidade de tornar mais atraente sua leitura e "sensibilizar" a força de ordem de Nezahualcóyotl, um dos municípios mais perigosos da região central do México, informou o prefeito da cidade à AFP. "Estamos empenhados em que (os policiais) conheçam a literatura universal. É uma forma de sensibilizá-lo que também repercute no bom tratamento que devem ter com a cidadania", disse Luis Sánchez, prefeito da cidade vizinha à capital. A adaptação da obra de Miguel de Cervantes faz parte do programa "Literatura sempre alerta", com o qual a prefeitura começou, em abril, um processo de "profissionalização" dos 1.200 elementos que formam a corporação local. O programa para melhorar o nível de desempenho dos policiais de Nezahualcóyotl inclui, ainda, avaliações físicas, psicológicas, éticas de técnicas policiais e aqueles que avançarem nestes aspectos são candidatos a promoções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.