Dois relatos sobre as férias escolares

Dois livros para jovens, escritospor autores conhecidos, relatam férias na vida de grupos deadolescentes. Vale a pena ler os dois e comparar as linguagens,os personagens, os estilos de vida. Porque são dois tiposcompletamente diferentes de férias, dois jeitos diversos de seaproveitar o tempo livre na época de recesso das aulas.Um deles é De Braços para o Alto, de Drauzio Varella, com ilustrações de Cárcamo, lançado pela Companhia dasLetrinhas. O médico que virou escritor de sucesso desde quepublicou Estação Carandiru, best seller que continuamerecidamente vendendo feito água, volta a incursionar pelaliteratura infantil, o que já tinha feito em 2000, pela mesmaeditora, com Nas Ruas do Brás, da coleção Memória eHistória.Este novo volume não faz parte da mesma coleção, masVarella prossegue no estilo de narrar suas memórias de infância.O livro começa com a chegada de um grupo de crianças, primosentre si, ao sítio dos tios. Espremidos na cabine de um caminhão, esses garotos de cidade grande pisam na terra com a euforia detoda iniciação. O autor vai com calma no ritmo das aventuras,cavalgadas, banhos de rio, peladas de futebol. Usa uma linguagemlimpa, elegante, escolhendo as palavras sem pressa.O outro livro é O Mundo de Rep, de GilbertoDimenstein, com ilustrações de Marcello Araújo (editoraMelhoramentos). As férias do protagonista, Rep, não são emnenhum sítio nem praia nem montanha. Ele vai parar numa espéciede galpão de cientista maluco, chamado Oficina da Imaginação, edescobre que é possível aprender brincando, com prazer, comenvolvimento pessoal, sem as obrigações maçantes de sala deaula.Dimenstein, conhecido pelo sucesso do livro educativoO Cidadão de Papel, de 1994, entre outros, e por ser umjornalista que já ganhou o Prêmo Nacional de Direitos Humanos eo Prêmio Criança e Paz, da Unicef, tem ele próprio um verdadeirolaboratório de inovações pedagógicas em São Paulo, a CidadeEscola Aprendiz, na Vila Madalena. Em O Mundo de Rep, dá seurecado com muita eficiência, usando tiradas de humor própriasdos adolescentes e apresentando um personagem-protagonista quecativa desde a primeira página, um menino dos tempos modernos,ligado em games e sites, mas esperto o suficiente para tambémbrincar o tempo todo com as palavras, embaralhando as letras deforma divertida.De Braços para o Alto, de Drauzio Varella. Companhiadas Letrinhas, 64 págs., R$ 12,00.O Mundo de Rep, de Gilberto Dimenstein. Melhoramentos,32 págs., R$ 9,90.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.