Dois anos após terremoto, Haiti religa TV a cabo

Sem TV a cabo desde o terremoto de 2010, o Haiti volta a receber o serviço a partir deste mês, começando pela capital, Porto Príncipe. A Globo Internacional, que nesse período vinha sendo transmitida para a base militar do Brasil na ilha por meio de entrega direta de sinal e estava disponível via satélite, acerta agora sua chegada ao pedaço por meio da NUtv, primeira operadora local, que abraçará também o canal de futebol brasileiro PFC. Até o fim do ano, a operadora prevê sua chegada a todo o Haiti, com 116 canais nos gêneros de esporte, entretenimento, jornalismo e educação. Esse é o retorno da TV paga ao país, que teve todo o seu sistema de cabo destruído no terremoto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.