Documentos assinados por Marilyn Monroe vão a leilão

O estúdio de cinema 20th Century Fox vai leiloar em janeiro mais de 200 documentos assinados por astros como Marilyn Monroe, Elvis Presley e Marlon Brando, afirmou a edição de quarta-feira da publicação Daily Variety. A renda do leilão, que deve acontecer em Nova York no dia 25 de janeiro, através da casa Swann Galleries, será revertida ao Fundo de Cinema e Televisão, uma entidade beneficente que ajuda atores e outros funcionários de Hollywood. Entre os documentos oferecidos está um memorando interno de 1946 anunciando que a atriz Norma Jean Dougherty estava mudando seu nome profissional para Marilyn Monroe; um contrato dando permissão a Elvis Presley para desobedecer os códigos restritos de vestimenta, podendo usar o cabelo como bem quisesse em Ama-me com Ternura (Love Me Tender), sua estréia no cinema, de 1956; e o contrato assinado em 1951 por Marlon Brando por Viva Zapata, pelo qual ele recebeu quase 125 mil dólares. O lote ainda conta com contratos assinados por Lucille Ball, Cary Grant, Will Rogers, Rita Hayworth, Clark Gable, Katharine Hepburn, Lana Turner, Dean Martin, John Steinbeck, Natalie Wood, os Três Patetas e Judy Garland, segundo a casa de leilões. "Esses papéis são tão legais que eu, fã dessa história que sou, vou ter de me segurar para não dar lances", disse o co-presidente do estúdio, Tom Rothman, segundo o Daily Variety. A Fox é uma subsidiária da News Corp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.