Documentários revelam o olhar indígena

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro, promove atédomingo, em comemoração à Semana do Índio, a mostra Vídeo nas Aldeias:Um Olhar Indígena. Realizado pela ONG Vídeonas Aldeias, o evento promoverá o encontro de índios realizadores de vídeoscom o público. O ciclo reunirá a recente produção audiovisual indígena eterá dois debates abertos ao público, quinta e sexta-feira.Serão exibidos ao todo 42 vídeos, a maioria deles feitos porindígenas, além de uma retrospectiva da premiada série Vídeo nasAldeias, com vídeos realizados entre 1988 e 2003, que retratamassuntos como o processo de apropriação dos meios audiovisuais pelosíndios. Os filmes foram divididos em oito categorias: Rituais e Mito;Xamanismo; Conflitos; Projetos Amazônicos; Vídeo nas Aldeias; Índios noBrasil; Índio na TV e Realizadores Indígenas.A ONG oferecerá ao público uma oficina de vídeo com dez realizadoresindígenas que, depois, sairão em campo pela cidade para produzir um documentáriosobre a imagem do índio na cidade e o impacto dos vídeos sobre a platéia.Os debates O Olhar Indígena, na quinta, e O Índio na Mídia, na sexta,contarão com a presença de teóricos, realizadores indígenas e críticos decinema, para discutir o novo papel dos índios enquanto cineastas e comoeles são retratados atualmente na mídia.A programação do CCBB também apresenta esta semana as exposiçõesYanomami - O Espírito da Floresta, com vídeos, fotografias, músicase instalações de 13 artistas brasileiros e estrangeiros; e Ticunas -Pinturas na Floresta, de obras feitas por índios. Ambas são inauguradashoje e ficam em cartaz até 20 de junho.Vídeo nas Aldeias: Um Olhar Indígena - Centro Cultural Banco doBrasil do Rio de Janeiro. Rua Primeiro de Março 66, Centro, tel.: (0--21)3808-2020. De 20 a 25 de abril. Entrada franca com distribuição de senhascom meia hora de antecedência.

Agencia Estado,

20 de abril de 2004 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.