Documentário sobre Elvis sai em DVD

Elvis Presley não era a pedra bruta, o músico inculto e instintivo que nos acostumamos a conhecer.Levava dois dias para gravar cinco canções, enquanto outrosmúsicos de sua geração levavam três horas. Burilava e alteravaos tempos das canções country, para dar-lhes nova forma ebatida. Esse retrato é um entre alguns que emergem dodocumentário Elvis Presley, outro documento da série ClassicAlbums da ST2 Music. O ex-baterista de Elvis, DJ Fontana, que oacompanhou nos primeiros anos, lembra como o cantor mudou tudona balada country I Was the One, mexendo apenas na batida dabateria. "Ouvir o Elvis pela primeira vez foi como fugir daprisão", afirmou Bob Dylan. "Ele abriu a porta para a músicanegra", reconheceu Little Richard. A importância de Elvis nãoprecisa de um filme para ser reafirmada, mas seu método, a formacomo lidou com o cerco da emergente indústria musical e com oestrelato sempre são uma aula de show biz. Certo que o documentário é uma espécie dereaproveitamento de imagens ultraconhecidas da carreira domúsico, mas há novidades nesse filme. Desde a reflexão dehistoriadores do rock, como Ernest Jorgensen e Peter Guralnick,a depoimentos afetivos como o de Dixie Locke, a primeiranamorada, tudo contribui para clarear o mito. As imagens de Elvis com sua banda estradeira, o carro emque viajavam, a forma como dirigiam - Elvis dirigia, acreditem -e a negociação de seu primeiro contrato com a RCA, fechado em 15de novembro de 1955, são relíquias de Graceland que chegam aogrande público com mérito. A história de como o "coronel" Sam Philips produziu,promoveu e ciceroneou Elvis durante sua primeira gravação, emNashville e Nova York. As imagens do périplo de Elvis pelastelevisões, em 1956, são inéditas, assim como as gravações emestúdio de Shake, Rattle and Roll. Além de tudo, imagens de Elvis cantando Blue SuedeShoes, That´s All Right, Baby Let´s Play House,Tutti Frutti, Heartbreak Hotel (seu primeiro single aultrapassar um milhão de exemplares e que não estava no álbum),Money Money e Shake Rattle´n´ Roll são presentes que nãose pode desprezar. Ao final do DVD, são oferecidas 5 sessões extras. Ocapítulo "The Early Years" reúne depoimentos e uma sessão defotos inéditas, mostrando Elvis com a mãe e os amigosrelembrando como ele e a matriarca Presley "tinham visõesolhando para o céu", de como ele "sempre teve a sensação deque ia ser algo grandioso". Com 100 minutos de duração, legendas em português eespanhol, é um recuerdo respeitável do Rei do Rock. E ele sótinha 20 anos naquela época.Serviço - Elvis Presley. Direção de Jeremy Marre. Lançamento ST2Music. Coleção Classic Albums. Preço médio do DVD: R$ 60,00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.