Documentário expõe contradições de Bertolt Brecht

Bertolt Brecht depondo no comitêanti-americano e a atriz Helene Weigel em plena atuação no palcodo Berliner Ensemble estão entre as imagens que podem ser vistasno documentário Un Sicle d´Écrivains - Bertolt Brecht que aTV Cultura e Arte exibe neste sábado, às 21h55 (informaçõessobre como sintonizar em outros Estados no sitehttp://www.minc.gov.br/noticias/tvcultura.htm). Assinado por Joachim Lange e GuyAndréani, o filme foi realizado em homenagem ao centenário denascimento de Brecht (1898-1956).Por meio de depoimentos de pessoas que conviveram com odramaturgo alemão, sempre apoiados em imagens - de sua casa, depeças, de filmes, cenas de cotidiano -, o documentário acompanhasua vida e obra, desde a infância na cidade de Augsbourg até suamorte, na antiga Berlim Oriental.O filme não se propõe a aprofundar as idéias teatrais docriador, mas propicia uma visão panorâmica das andanças deBrecht pelo mundo, de suas contradições - amava carros e chegoua criar um texto de propaganda para um fabricante, que opresenteou com um modelo novinho em folha -, suas inúmerasrelações amorosas, seus sucessos e fracassos.Novidades - Para os que conhecem bem a vida e obra doteórico e dramaturgo, o documentário pode não trazer novidades.Mas além do prazer de ouvir canções e ver cenas de montagensoriginais de sua obra, vale ser visto por cenas recuperadas emarquivos, como a do depoimento de Brecht em 1950, nos EUA, notribunal que investigava atividades anti-americanas, no qual eledesarma seus interrogadores. Ou a imagem - essa em fotografia -de Brecht e Karl Valentin tocando clarineta em plena Oktoberfest, em Munique.Narrado em ordem cronológica, o documentário aborda suainfância e relações familiares em Augsbourg, mostra seusprimeiros trabalhos em Munique e o primeiro grande sucesso emBerlim - A Ópera dos Três Vinténs - criada em parceria comKarl Valentim, em 1928. E ainda o exílio na Dinamarca, aitinerância por alguns países antes de chegada aos EUA, a voltaà Europa, a fundação do Berliner Ensemble e os conflitosideológicos com o regime comunista da antiga Alemanha Oriental,sempre alternando fatos históricos com pessoais e o reflexodeles na obra do autor, até sua morte em 14 e agosto de 1898.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.