"Doces Poderes" discute a ética no jornalismo

A Bandeirantes exibe hoje às 23h o inédito Doces Poderes, de Lúcia Murat (que está em cartaz nos cinemas com o superior Brava Gente Brasileira). Trata-se de uma oportuna discussão da ética no jornalismo, abordando o noticiário da campanha para o governo de Brasília, na sucursal de uma grande emissora de TV (obviamente é a Globo). O filme não chega a ser ruim, mas Marisa Orth faz uma editora calma demais e falta eletricidade na redação. As alusões são muito óbvias. Só faltou ter placas indicando que um é o Lula, outro o Collor e o escândalo com a ex-namorada de Lula foi substituído pelo flagrante de um encontro num motel. Ainda assim, um bom registro de fatos, que merece ser visto e discutido

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.