Doc Comparato vai à Alemanha dar curso de roteiro

Filmes e minisséries brasileiras vão figurar no currículo do curso de roteiro cinematográfico na Escola de Cinema e Televisão de Munique, na Alemanha, a partir de outubro. Serão obras como os longas-metragens Bonitinha, mas Ordinária e Beijo no Asfalto, além das séries de TV O Tempo e o Vento e Maria Bonita. Em comum, todos exibem a mesma assinatura na autoria de seus roteiros, um escritor que será o primeiro sul-americano a ocupar tal função na universidade alemã: Doc Comparato. "Vou levar alguns trabalhos brasileiros para mostrar nossa diversidade", comenta.A viagem interrompe um contrato do roteirista com a Rede Globo que já vigorava por seis anos - sem esconder seu desapontamento com o adiamento da minissérie Terra do Sol, que escreveu com Antônio Torres sobre o pioneiro Delmiro Golveia (a estréia estava prevista para depois de encerrada Os Maias), Comparato decidiu candidatar-se ao comando do curso em Munique. "Não tive nenhum atrito com a emissora, que entendeu meu pedido e me liberou", explica. "Mas, preferi voltar a dar cursos no exterior." O escritor já ministrou cursos semelhantes em Londres e Barcelona.O curso na Alemanha será a consagração de um longo período fora do Brasil - na sexta-feira, Comparato viaja a Roma, onde acompanha a leitura de sua peça Michelangelo, a partir de terça. O escritor e roteirista volta no início de julho para uma breve estadia e, em seguida, ruma para a Cidade do México, onde vai desenvolver outro trabalho importante para sua carreira: será o consultor criativo da produtora venezuelana Argos, durante três meses."Vou trabalhar na linha de produções latino-americanas para mercado americano", comenta Comparato, citando a rede NKN, de Los Angeles, especializada em programação em espanhol. "Vou cuidar especialmente dos programas que serão comercializados para a programação do fim do ano." A experiência do brasileiro interessou especialmente aos produtores da Argos, que buscam programas que julgam de amplo interesse. É o caso de Você Decide, cujo formato foi comprado pela Argos.O contrato firmado por Comparato é de, no mínimo, três meses, mas pode ser esticado para um ano. "Não quero que esta atividade atrapalhe meu trabalho na escola de Munique", observa. O curso de roteiro será um dos mais importantes a serem ministrados por Comparato, que já iniciou a preparação dos tópicos que pretende abordar.Roteiros de Mamet - Ele quer dividir o curso em dois momentos. No início, vai fornecer detalhes sobre dramaturgia básica. Para isso, vem pesquisando a obra do americano David Mamet, autor de peças que foram adaptadas por ele mesmo para o cinema. "Reli também a obra de Bertolt Brecht, que sempre fornece fundamentos importantes."Em um segundo momento, Comparato deseja desenvolver um curso de filosofia de idéias, que vai corresponder a uma microestrutura dramática. Para isso, além dos trabalhos brasileiros (serão um total de oito fitas de vídeo), o escritor pretende utilizar o generoso acervo das bibiliotecas alemãs. "Descobri que a de Berlim dispõe da mais completa coleção de literatura latino-americana do mundo."A universidade da capital alemã, aliás, já formulou um convite para Comparato ministrar um workshop, no próximo ano. Apesar de não falar a língua local, o escritor vai se comunicar em inglês, o que não deve atrapalhar a comunicação. "Haverá alunos de diversos países, portanto, todos vão entender", comentou o escritor, que já recebeu um importante cumprimento de boas-vindas: do cineasta alemão Wim Wenders, professor de direção em Munique.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.