Do divã para o palco. Com humor

Impotência sexual, perversões e adultério são assuntos que, normalmente, parecem mais adequados aos consultórios psiquiátricos, ou aos confessionários, dependendo da disposição dos envolvidos. Mas o diretor Domingos de Oliveira, o mesmo do sucesso juvenil Confissões de Adolescentes, resolveu revesti-los com grossas camadas de humor e transportá-los para o palco, na comédia Todo Mundo Tem Problemas (Sexuais), que volta a São Paulo para uma temporada de dois fins de semana, no Directv Music Hall. Desde que estreou, há dois anos, o espetáculo já foi visto por mais de 80 mil pessoas em todo o País.Todo Mundo Tem Problemas (Sexuais) traz no elenco Pedro Cardoso, ator que parece reservar para o palco não apenas seu talento de comediante, mas também sua disponibilidade. Dos seis episódios que compõem o espetáculo, ele participa de quatro, mas não soube especificar quais. "É melhor você assistir à peça. Não tenho como falar sobre isso", disse pouco antes de dar por encerrada uma entrevista de pouco mais de cinco minutos. "Estou no meio de uma gravação. Espero ter ajudado". Na verdade, não ajudou.A peça foi escrita por Domingos de Oliveira e pelo psicanalista Alberto Goldin a partir de cartas de leitores encaminhadas à uma seção dominical de um jornal carioca. "Nós dramatizamos estas cartas e substituímos a figura do psicanalista a quem elas se destinavam pelos personagens", diz Oliveira. "Eram cartas verídicas, que falavam basicamente de amor."Oliveira define Todo Mundo Tem Problemas (Sexuais) como uma comédia sem pornografia e nenhuma cena de nudez. "Ao mesmo tempo, é um escândalo, pois trata de assuntos que o teatro parece evitar. Há uma franqueza muito grande neste texto, ele funciona de modo liberatório".O diretor elegeu o humor como o veículo para apresentar temas tão delicados. "O humor é a única chance que a gente tem de falar a sério ultimamente. O riso é uma forma de compreensão maior. A identificação do público, ao menos nas grandes cidades, é impressionante." Segundo o diretor, o único tema que perspassa os seis episódios é a paixão. "O amor é o melhor efeito colateral do sexo", diz.Todo Mundo Tem Problemas (Sexuais), de amanhã a domingo e de 6 a 8 de setembro no Directv Music Hall. Av. dos Jamaris, 213, Moema, tel.: 6846-6000. Ingressos: de R$ 30 a R$ 60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.