Chris Delmas/AFP
Chris Delmas/AFP

Disney empolga com 'Vingadores: Guerra Infinita' e 'O Rei Leão'

Estúdio apresentou alguns de seus próximos lançamentos de “live action” na D23 Expo, convenção para fãs

Mariane Morisawa, ESPECIAL PARA O ESTADO

15 de julho de 2017 | 18h46

Com uma programação impressionante que inclui produções da Marvel, da série Star Wars e uma combinação de refilmagens de desenhos animados, continuações e projetos adaptados, a Disney empolgou seus normalmente já empolgados fãs no painel de “live action” da D23 Expo, em Anaheim, na Califórnia, neste sábado. Algumas apresentações foram tão impressionantes que superaram a de Star Wars: Os Últimos Jedi, de Rian Johnson, o primeiro a chegar aos cinemas, em 14 de dezembro. O episódio 8 da saga levou o diretor e os atores Daisy Ridley, John Boyega, Gwendoline Christie e Mark Hamill ao palco, além de exibir um vídeo de bastidores, com imagens tocantes de Carrie Fisher, morta em dezembro. 

Mas ainda assim não foi capaz de superar Vingadores: Guerra Infinita, o único longa-metragem da Marvel participante do evento. Primeiro, o presidente dos estúdios, Kevin Feige, chamou Josh Brolin, que faz o vilão Thanos, e depois lotou o palco de atores, de Paul Bettany e Dave Bautista a Benedict Cumberbatch, Tom Holland, Mark Ruffalo, Chadwick Boseman, Chris Hemsworth e Robert Downey Jr. Mas o mais impressionante foi quando um dos diretores, Joe Russo, anunciou a exibição de um histórico de quase dez anos dos estúdios, a serem completados ano que vem, mas, no fim, acabou exibindo também um trailer de Guerra Infinita. A plateia de quase 5 mil pessoas veio abaixo com cenas em que a cabeça de Thor quase é esmagada por Thanos, enquanto o Homem-Aranha sofre estirado no chão. O longa está no meio das filmagens e tem estreia prevista para maio do próximo ano.

Antes, a Disney tinha mostrado o teaser de Uma Dobra no Tempo, baseado no livro de Madeleine L’Engle e dirigido por Ava DuVernay, diretora de Selma e 13th, que chega ao Brasil em 29 de março de 2018. “Queríamos fazer um filme que se parecesse com vocês”, disse a diretora aos fãs. Ela se referia à diversidade do elenco, começando pela jovem Storm Reid, a protagonista que vai a um mundo diferente, onde encontra Queé (Reese Witherspoon), Quem (Mindy Kaling) e Qual (Oprah Winfrey). “Não tinha lido o livro”, disse Winfrey. “Quando Ava mencionou o projeto, disse que era para fazer uma das personagens mais sábias do universo, um ser angelical e celestial que ainda veste roupas incríveis, e que era para trabalhar com Reese e Mindy. Quem não diria sim?” 

Outro projeto aguardado para ano que vem é O Retorno de Mary Poppins, de Rob Marshall, uma continuação, como frisou Sean Bailey, presidente de produção do Walt Disney Studios. O filme, que tem lançamento em 20 de dezembro de 2018, se baseia nos livros de P.L. Travers, trazendo de volta os irmãos Michael (Ben Whishaw) e Jane Banks (Emily Mortimer), que eram crianças no longa de 1964. O diretor esteve no palco da D23 Expo com Emily Blunt, que interpreta Mary Poppins. “O filme é um grande musical tradicional”, disse a atriz. “Temos números musicais gigantescos, e tudo tem aquele ar de: ‘como alguém não cantaria numa situação dessas?’.” Algumas imagens mostradas na apresentação deram uma ideia de que O Retorno de Mary Poppins moderniza o original com efeitos especiais de hoje, mas também presta homenagem, por exemplo, à famosa sequência misturada com animação. 

O estúdio também exibiu a famosa cena O Círculo da Vida da versão “live action” de O Rei Leão, de Jon Favreau, que emocionou os fãs com imagens tão realistas quanto as de Mogli: O Menino Lobo. Além de O Rei Leão, foram confirmados outros projetos que retomam animações da Disney, como Mulan e Aladdin, que, depois de ter dificuldade de encontrar o ator principal, anunciou o canadense Mena Massoud. A inglesa Naomi Scott faz Jasmine, e Will Smith, o Gênio. Haverá também um filme baseado na atração da Disneyland Jungle Cruise.

A D23 Expo ainda assistiu a algumas imagens de The Nutcracker and the Four Realms, baseado no balé O Quebra-Nozes, dirigido por Lasse Hallström e estrelado por Mackenzie Foy, Helen Mirren e Keira Knightley, além de bailarinos como Misty Copeland, Sergei Polunin e Lil Buck. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.