Discovery Kids ganha primeiro desenho brasileiro

O Brasil, agora, tem sua própria versão das Meninas Superpoderosas. Embora não ache que suas filhas, as Princesas do Mar, tenham algo a ver com as três super-heroínas do Cartoon Network, o desenhista Fábio Yabu comemora. Princesas do Mar - que estreou há uma semana no canal pago Discovery Kids - é o primeiro desenho brasileiro co-produzido internacionalmente a ser veiculado na TV.Yabu tem uma carreira longa, apesar de seus 28 anos. Iniciou em 1998, com a série em quadrinhos Combo Rangers, que nasceu na internet e virou revista em quadrinhos e linha de brinquedos. O site do Combo Rangers (comborangers.com.br) tinha uma média de 15 mil visitantes por dia e foi finalista da categoria infantil do Ibest (o prêmio máximo da internet) por dois anos seguidos.Já as princesinhas nasceram enquanto Yabu tentava apresentar uma logomarca para um cliente da área de conservação da água. "Eu criava várias coisas e ele não gostava. Aí, no meio da reunião, desencanei e pensei em inventar qualquer coisa, só para ir embora. Veio a Polvina (uma das personagens da série). Eu fiquei torcendo para ele não gostar do desenho, para que eu pudesse ficar com ele. Foi o que aconteceu", conta Yabu. De volta para casa, ele criou as outras personagens rapidamente.Em 2004, elas saíram em livro. Todas as histórias tinham como mote a convivência, a preservação da vida e o respeito ao próximo. As três personagens, Polvina, Estér e Tubarina, não têm poderes, como as colegas superpoderosas. O livro fez tanto sucesso que rendeu duas continuações. Juntos, venderam 15 mil exemplares no País. Yabu é sócio-diretor de uma produtora especializada em conteúdo infantil, a Flamma. Um dia, seu sócio resolveu levar um livro das Princesas do Mar para uma feira na França. Foi o bastante para muitos produtores se apaixonarem pelas princesinhas. Ele voltou com três propostas de produção do desenho para a TV. Hoje, uma parte do desenho é feita na Austrália e outra na Espanha. Cada um dos 52 episódios tem 12 minutos, ao custo de produção de US$ 7 milhões. A animação foi adquirida por mais de 10 países, entre eles, Austrália, Alemanha, Itália, França, Áustria, Espanha, Portugal, Cingapura e Israel. Na Alemanha e Austrália, Princesas do Mar é líder de audiência. As informações são do Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.