Disciplina às avessas

Mercúrio ingressa em Virgem; a Lua cresce em Aquário

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2011 | 00h00

A indolência tem sua própria sistemática, não é mero abandono de obrigações e responsabilidades. Pelo contrário, as pessoas que se entregam à indolência e não levam à prática as boas intenções que diariamente enunciam mentalmente não se comportam assim por abandono, há toda uma sistemática envolvida nisso, uma disciplina às avessas que cria hábitos, esses hábitos se transformam no caráter e, finalmente, pela repetição, isso se converte em destino. Para superar essa voragem é preciso aplicar uma reviravolta intencional e assumir o comando dessa disciplina às avessas, conduzindo-a a um objetivo mais nobre, verdadeiro e, por isso, libertador. Criar hábitos saudáveis e sustentá-los é algo que toda pessoa indolente seria capaz de administrar, mas só ela e somente ela pode realizar a façanha.

ÁRIES 21-3 a 20-4

A boa fortuna e o progresso dependem de perseverança, nada além disso. Essa virtude pressupõe que você compreenda os extensos ciclos de tempo envolvidos nos assuntos dos quais você pretende obter progresso e boa fortuna.

TOURO 21-4 a 20-5

Enquanto os acontecimentos surgirem não lhes negue passagem nem resista. Pelo contrário, ofereça receptividade confiante de que tudo que acontece nada mais é do que o melhor, a despeito de às vezes contrariar seus desejos.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Você não precisa ir atrás do que lhe interesse com a alma tomada de ansiedade, como se tudo fosse se perder irremediavelmente. Quanto menos ansiedade houver envolvida no processo, esse mais seguro e cheio de harmonia será.

CÂNCER 21-6 a 21-7

O melhor de sua vida é

o que ainda não foi realizado e nem mesmo percebido, pois está além da imaginação que hoje você é capaz de usar para desenhar o futuro. Por isso, nunca tema o desconhecido, esse é a fonte do destino.

LEÃO 22-7 a 22-8

Sempre haverá alguém que tentará inferiorizar você, menosprezando esforços e talentos, sempre! Cuide somente para não ser você um desses personagens, pois isso seria um arranhão profundo em sua imagem.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Com boa vontade em marcha, não será difícil perceber que o que parecia ser uma catástrofe em andamento era na verdade uma fantástica oportunidade de colocar as coisas num caminho maior e melhor. Nada de catástrofe.

LIBRA 23-9 a 22-10

A sorte não é produto do acaso, é que nossa humanidade não consegue ver todos os meandros e complexidades que ocorreram para você estar no lugar certo na hora certa e, assim, pensa que sorte é produto do acaso.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

A impaciência é toda sua e se manifesta em decisões impulsivas. Até aí nada demais, o problema começa a partir do momento em que você se recusa a voltar atrás no que foi feito com impaciente impulsividade.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Todo dia você se deparará com uma situação que desafie sua confiança e fé na vida e nada nem ninguém poderá ajudar você nesse momento. Sua alma estará sozinha perante a obrigação de mostrar a si mesma seu valor.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

A nada se agarre, pois o que hoje parece simples perda amanhã se transformará no melhor que poderia ter acontecido. Por isso, a nada se agarre, mas tenha fé no caminho e confiança na capacidade de administrá-lo.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

O descontrole não é culpa de ninguém. Por isso, evite criticar excessivamente as falhas alheias e dê um desconto a si também, porque do jeito que andam as coisas é mais do que natural que tudo proceda aos trancos e solavancos.

PEIXES 20-2 a 20-3

Fracassar não é objeto de humilhação. O fracasso faz parte do caminho e se poderia dizer que é uma parte muito importante, porque permite fazer os ajustes para seguir em frente. A humilhação não está envolvida nisso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.