Diretor fala sobre a morte de River Phoenix

O cineasta Peter Bogdanovich resolveu exumar o passado. Em artigo que escreveu para a edição deste mês da revista Premiere, ele relembra a morte de River Phoenix em 1993, aos 23 anos, por overdose, e o envolvimento do ator com drogas. Bogdanovich dirigiu Phoenix em The Thing Called Love, último trabalho que ele completou antes de morrer. "River me disse que não tinha problemas com drogas, que estava apenas entrando em seu personagem", escreveu o diretor. "A ironia é que quanto mais convincente ele ficava no papel de um músico talentoso e autodestrutivo, mais as pessoas achavam que River era assim."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.