Diretor do Museu Nacional de Belas Artes deixa o cargo

O diretor do Museu Nacional de Belas Artes, Paulo Herkenhoff, deixa o cargo sexta-feira e será substituído pela diretora técnica da instituição, Mônica Xexéu. Ela levará até o fim as obras de restauração do prédio, orçadas em R$ 17 milhões e previstas para terminar no fim do ano, quando se iniciará a reestruturação da instituição e de seu acervo. Segundo o diretor do Instituto de Museus do Ministério da Cultura, José Nascimento Júnior, ele sai para tratar de seus projetos pessoais e de sua saúde, mas Herkenhoff já vinha demonstrando impaciência com a lentidão dos processos administrativos desde meados do ano passado. Herkenhoff assumiu o MNBA em março de 2003, substituindo Heloísa Lustosa, que estava no cargo desde 1991, vinda do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio. Antes, ele tinha sido diretor do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) e presidente da Bienal de São Paulo. No fim daquele ano, anunciou a restauração do prédio e a reestruturação do museu e do acervo, um projeto em parceria com instituições como a Fundação Getúlio Vargas, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, com um orçamento de R$ 11 milhões, que depois subiu para R$ 17 milhões, devido a problemas estruturais do prédio. No início deste ano, ele anunciou que as obras entravam em sua reta final e apresentava os resultados: a ampliação da reserva técnica, que ocupará quase todo o andar térreo do museu e o aumento de seu acervo em quase 20% (de 15 mil para 18 mil obras, a maioria de arte contemporâneas), além do enxugamento da equipe. "Hoje temos menos gente, mas todos trabalham com mais eficiência", disse ele na ocasião. Hoje, Herkenhoff fechou-se com sua equipe no prédio da Avenida Rio Branco e Nascimento Júnior, que estava em Porto Alegre, informou que a restauração e a reestruturação do Museu não serão prejudicadas com a mudança da diretoria. "A Mônica é a vice de Herkenhoff e está por dentro de todo o processo", garantiu. "A transmissão do cargo se dará sem problemas, tão logo se resolvam os trâmites administrativos. Segunda-feira Mônica assume interinamente e sua nomeação efetiva sai o mais rápido possível."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.