Denise Andrade/ Estadão
Denise Andrade/ Estadão

Diretor da Pinacoteca será consultor da 31.ª Bienal

Além de Ivo Mesquita, curadores da mostra convidaram Suely Rolnik e Moacir dos Anjos para conselho

28 de fevereiro de 2014 | 15h58

A psicanalista e crítica Suely Rolnik, o diretor da Pinacoteca do Estado, Ivo Mesquita, e o curador da Fundação Joaquim Nabuco, Moacir dos Anjos, foram convidados pela equipe curatorial da 31ª Bienal de São Paulo para atuarem como consultores do projeto da edição do evento, prevista para ocorrer entre 6 de setembro e 9 de dezembro de 2014.

O conselho consultivo se junta ao time de curadores da mostra, formado pelo escocês Charles Esche, pelos espanhóis Pablo Lafuente e Nuria Enguita Mayo e pelos israelenses Galit Eilat e Oren Sagiv. A lista completa de artistas da exposição, intitulada Como Falar de Coisas Que Não Existem, ainda não foi anunciada pela instituição. Dos consultores convidados, Ivo Mesquita e Moacir dos Anjos foram, respectivamente, curadores da 28ª Bienal de São Paulo (2008) e 29ª Bienal (2010).

Tudo o que sabemos sobre:
Bienal de São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.