Direto da Fonte

Hedge concreto

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2011 | 00h00

Foi só a Alemanha crescer menos que o esperado para que os mercados, ontem pela manha, desabassem novamente. Consequentemente, houve nova rodada de investimentos no ouro. Afinal, em tempos de incerteza, tudo que reluz mesmo é... o ouro. Até o BC da Coreia, que não comprava o metal havia 13 anos, voltou ao mercado com tudo nesta nova crise.

E quem chega com mais sede ao pote? O BC chinês lidera a listagem, à frente de Índia e Rússia. Dos BRICs, o único que mantém ainda a quantidade de ouro estável, nas suas reservas, é o Brasil.

Costureiras

Registrado por um convidado durante o coquetel que antecedeu jantar oferecido, anteontem, pelo governador aos membros do conselho internacional da Fundação Dom Cabral. Enquanto Anastasia e Serra conversavam com Alckmin, em seu gabinete no primeiro andar do Bandeirantes, Aécio centralizava atenções no salão do andar de baixo.

Em seguida, foi a vez de o senador pegar Enrique Iglesias, ex-BID, pelo braço e subir com Eduardo Azeredo. Desceu, pouco depois, com o governador paulista acompanhado da passarinhada tucana.

Durante o jantar, o contraste: Serra, seriíssimo e Alckmin, só alegria.

Deus ajude

O PSC segue os passos do PR para criar uma bancada mais robusta. Está cooptando celebridades e subcelebridades como Fernanda Cardoso. A vice-campeã do BBB 2010 acaba de se filiar ao partido, mas nega sair candidata a vereadora por São José dos Campos no ano que vem.

Demanda

Sergio Avelleda, presidente do Metrô paulista, tem ido de magrela para o trabalho. E até mandou instalar um bicicletário na sede da empresa.

Menu anticrise

Acaba de ser lançado nos EUA o primeiro livro de culinária do Popeye! São 150 receitas saudáveis do marinheiro criado em 1929, em plena recessão americana.

Piada pronta, o nome da autora: Josephine Bacon.

Malas prontas

Carolina Larriera está de mudança para SP. Volta ao Brasil para dar continuidade à missão de seu companheiro, Sérgio Vieira de Mello, morto por terroristas no Iraque.

Yes, I can

Nelson Freire estava no aeroporto de Montevidéu quando recebeu telefonema da Osesp. Motivo? Substituir Steven Osborne, que cancelou participação nos concertos dos dias 8, 9 e 10 de setembro.

Depois de checar a agenda, o pianista aceitou e já prepara peças de Schumann e Brahms para apresentação na Sala São Paulo.

Mal-vindos

Gritaria anteontem na Fiesp. A cada exclamação dos ativistas infiltrados na plateia, durante debate do Código Florestal, um era fortemente "convidado" a se retirar pelos seguranças.

Até que Katia Abreu, da CNA, não aguentou: "Assalariado do Greenpeace, vai trabalhar". Aldo Rebelo bateu ainda mais forte na ONG. Acusou-a de receber dinheiro do agronegócio europeu.

Gilmar Mendes acompanhou.

Herança

Silvio Santos tem dito a seus companheiros de Jassa que, diante do choque com o Panamericano, tomou uma decisão. Pretende deixar para as filhas seus muitos imóveis e o SBT.

O restante deve estar à venda.

Ganso e Pato fazem Mano pagar Mico

Uma grande cervejaria do Brasil estava com campanha pronta - filmes e anúncios estrelados por Mano Menezes. Ante o desempenho nada animador do time comandado pelo técnico, a campanha está... Suspensa.

Na frente

Em comemoração aos 104 anos de Oswaldo Bratke, seu neto Marcelo Bratke e Etel Carmona lançam cadeira desenhada por ele. Dia 24, com direito a concerto na Etel.

E Gian Carlo Gasperini, Roberto Aflalo Filho e Luiz Felipe Aflalo Herman autografam, dia 23, no Museu da Casa Brasileira, livro sobre o escritório de arquitetura. Para comemorar 50 anos de casa.

É hoje a abertura da exposição de Mary Carmen. No Espaço Cultural Citi.

Alckmin fará discurso hoje, no clube Paulistano, em comemoração dos 5 anos de fundação do Movimento Endireita Brasil.

O Arabia está sediando Festival de Culinária Marroquina.

Nick Jonas, do Jonas Brothers, faz show solo dia 21 de setembro. No Via Funchal.

Fernando Oliva, Pedro França e Ronaldo Entler discutem a fotografia contemporânea no Instituto Tomie Ohtake. E Orlando Azevedo abre mostra na Sergio Caribé. Ambas hoje.

Única praça em que Cristina Kirchner perdeu feio nas primárias argentinas foi a Antártica. A maior parte dos 156 eleitores locais - cientistas e militares -, preferiu Eduardo Duhalde. A presidente ficou em 3º nas geleiras.

Colaboração

Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.