Direto da Fonte

Ética particular

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2011 | 00h00

Causou estranheza o fato de a ata da reunião da Comissão de Ética Pública da Presidência, do dia 16 de maio, não fazer qualquer citação ao enriquecimento de Palocci. No documento divulgado semana passada, não constam as declarações de Sepúlveda Pertence, que entre outras, disse não caber à comissão discutir a riqueza ou a pobreza dos ministros, ou como chegaram a ela, antes destes assumirem seus cargos.

Ela se limita a registrar, no que chamam de "nota de conjuntura", que "os conselheiros presentes examinaram os principais fatos da conjuntura, com base nas matérias veiculadas na imprensa no período de 12.4.11 a 16.5.11".

Ética particular 2

A mesma ata informa também que não acolheu o pedido de reconsideração da sanção de censura ética aplicada à Erenice Guerra.

A ex-ministra foi investigada pela comissão "em virtude das denúncias veiculadas na mídia, as quais relatam tráfico de influência e intermediação de contratos de empresas privadas com empresas estatais, envolvendo a então autoridade, seus familiares e servidores públicos".

Por unanimidade, a comissão entendeu que em sua ficha funcional continuará constando, por dois anos, que ela foi punida com "censura ética", por ter desrespeitado o código de conduta.

Querido

Muricy Ramalho, do Santos, quase foi às lagrimas na segunda-feira.

Foi aplaudido de pé, ao sair do Rodeio do Shopping Iguatemi, logo depois de almoçar com Faustão.

Recursos novos

Andrea Matarazzo anunciará investimento de R$ 13 milhões para o setor de audiovisual.

Na segunda, quando André Sturm, do MIS, apresenta a nova programação da instituição durante coquetel.

Festa da firma

Jogadores são-paulinos se reuniram na segunda-feira, em Moema. Treino extra? Não. Comemoração do aniversário das filhas de Luis Fabiano, em buffet infantil.

Além dos companheiros de time, Milton Cruz, auxiliar técnico, e José Sanchez, médico, prestigiaram a festa.

Inveja mata

Fábio Barbosa, do Santander, é o mais novo conselheiro da Fundação das Nações Unidas.

Fará companhia a gente de peso como Muhammad Yunus, Nobel da Paz; Kofi Annan, ex-ONU; Rainha Rania, da Jordânia; Ted Turner, da Time Warner, e outros 11 membros.

Inveja mata 2

Enquanto o Brasil se arrasta por rodovias esburacadas, a Colômbia vai duplicar mais de 500 km da Rota do Sol, principal estrada do país. E para tanto, escolheu a Odebrecht, na condição de concessionária federal.

A obra, orçada em US$ 1 bilhão, está sendo feita em consórcio com duas empresas colombianas.

Curto-circuito

Mais um galho na fiação da Eletropaulo. O núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública instaurou um procedimento administrativo contra a empresa.

Quer apurar a demora para reestabelecer a energia em alguns bairros de SP depois de temporais no início do mês.

Registro

Denise Sganzerla tem recolhido depoimentos de sobreviventes do Holocausto que chegaram ao Brasil. O material, entre entrevistas e relatos sobre reconstruções das vidas, será compilado no filme Pessach. [GRUPO INK]

Registro 2

Além da parte documental, o longa contará com toques de ficcionais. Um ator brasileiro está sendo selecionado para interpretar Hitler, que contracenará com uma família judia também de atores.

Na frente

Será em torno de Luis Moreno, do BID, o jantar que Nizan Guanaes oferece segunda, no Bistrô Charlô.

Pedro Alterio e Bruno Piazza fazem show, amanhã, no Ao Vivo Music.

Hamadoun Touré, da União Internacional das Telecomunicações, estará no Brasil em setembro para o Futurecom, evento latino-americano de TI.

FHC está com o visual repaginado. Depois de 10 anos usando os mesmos óculos, ganhou modelo confeccionado por Miguel Giannini. Encomenda de Paulo Henrique Cardoso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.