Direto da Fonte

Reservas reservadas

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2011 | 00h00

O governo Dilma pensa em uma nova utilização para as reservas externas brasileiras que hoje já ultrapassam a casa dos US$ 300 bilhões. Usá-las, segundo revela um integrante do governo muito próximo a Dilma, para comprar ativos no exterior. Tudo em parceira com grupos da iniciativa privada, envolvendo o BNDES.

Desta maneira, explica a mesma fonte, o Brasil ajudaria na internacionalização das empresas e, ao mesmo tempo, otimizaria a rentabilidade destes recursos brasileiros.

Reservas 2

Essa ideia, entretanto, segundo players de peso do mercado financeiro ouvidos pela coluna, não tem como sair do papel sem uma mudança significativa das atuais leis que regem o uso das reservas externas.

Microscópio

O Instituto Butantã abriu sindicância para apurar a situação de Irina Kerkis, chefe do departamento de genética da instituição. Quer descobrir se ela exerceu atividade remunerada fora do órgão, já que recebe bônus por dedicação exclusiva.

A pesquisadora foi apontada pela revista Época como ex-colaboradora da clínica de Roger Abdelmassih em período coincidente com suas atividades no Instituto.

Grandes negócios

Luiz Barretto, do Sebrae, tenta emplacar micro e pequenas empresas nos negócios gerados pela Copa e Olimpíadas.

Ele apresentou um "mapa de oportunidades" para Orlando Silva, do Esporte, e Jandira Feghali, relatora da medida provisória que vai definir as regras de licitação para obras dos dois eventos.

Olé

Adriana e Mario Cohen serão anfitriões de seleto almoço hoje, no Rio, em torno de Antonio Banderas. Na cozinha, Rogério Fasano. E na mesa, vinhos produzidos por Banderas e azeite Punta Lobos, feito por Cohen.

Já confirmaram presença Milton Nascimento, Ana Maria Braga, Bruno Barreto e turma de peso São Paulo-Rio.

Gene literário

Violante Saramago Matos, filha de José Saramago, mostrou que filha de peixe lagartixa não é. Estreia na literatura com um livro infantil, O Quinas Ganha Nova Casa. Publicado, por enquanto, só em Portugal.

Fogo Cruzado

Depois de conversar com a bancada do PT em São Paulo, o vereador José Américo decidiu. Vai requerer hoje informações da Secretaria de Finanças da Prefeitura. Desconfia que de lá vazaram informações sigilosas sobre o ISS da consultoria de Antonio Palocci. O petista quer saber quais e quantos funcionários têm acesso aos dados. Se houver indício de irregularidade, promete convocar os envolvidos para se explicarem na Câmara.

Acionada, a Prefeitura afirmou estar disposta a esclarecer qualquer informação solicitada pela Casa.

Desagradável

O caso de uma barata dentro de uma lata de leite condensado da Nestlé chegou ao STJ.

A ministra Nancy Andrighi confirmou decisão do Tribunal de Justiça de Minas, condenando a empresa a pagar R$ 15 mil ao consumidor.

Ponte aérea

Ashton Kutcher volta ao Brasil em junho. Posará para a Colcci no Rio e passará pela SPFW.

Mecenas

A Associação de Amigos do Museu de Arte Moderna do Rio prepara uma série de atividades para celebrar o trabalho de Adriana Varejão. Com destaque para mostra com 80 trabalhos da artista. Ana de Hollanda, da Cultura, liberou para captação, via leis de incentivo, quase R$ 2 milhões para que o projeto saia do papel.

Na frente

Ney Matogrosso é tema de um dos ambientes da Casa Cor e também iluminador do projeto. Hoje, no Jockey Club de São Paulo.

Acontece, quinta-feira, Leilão de Vinhos Raros. No Hilton do Morumbi.

Suzy Gheler fechou parceria com a Lindt para o Dia dos Namorados. Criará caixa de bombons personalizada.

O Itaú Cultural promove seminário e mostra Filme Vídeo Arte - Compartilhando Experiências. Amanhã.

Coca Rodriguez Coelho abre mostra Mapas Imaginários - Terra Incógnita. Quinta, na AC Galeria.

A Chanel apresenta sua coleção primavera-verão. Hoje, no Cidade Jardim.

Cesar Cunha Campos e Renato Flores representam a FGV no fórum da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Hoje e amanhã, em Paris.

O Vini Vinci, evento bienal da importadora com a participação de 40 vinícolas, acontece hoje e amanhã. No Hyatt.

Quietinha estava Maria Gadú no show de Dani Black, sexta. Low-profile, a cantora sentou-se no chão e cantou todo repertório, prestigiando o parceiro musical.

Colaboração

Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado.com.br

João Luiz Vieira joao.vieira@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.