Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Direto da Fonte

Sobre as asas

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2011 | 00h00

Está se formando, finalmente, o quadro que irá procurar o tempo perdido em relação aos aeroportos brasileiros. Pelo que se apurou, Dilma decidiu: quem deve ocupar a Secretaria de Aviação Civil é Luiz Eduardo Falco, ex-presidente da Oi. O executivo só não vai se... a "ligação" cair.

Fará dupla com Gustavo do Vale, novo presidente da Infraero, conforme antecipou a coluna no começo de fevereiro.

Desmobilizando

O governo Alckmin decidiu vender o edifício onde está instalada a Secretaria do Planejamento, na rua Iguatemi.

O negócio pode render R$ 80 milhões aos cofres da Prefeitura que, com o dinheiro, pretende comprar prédios no centro da cidade.

Sob suspeita

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social está na mira do PMDB.

O partido de Michel Temer faz pressão para transferi-lo da Secretaria de Relações Institucionais para a de Assuntos Estratégicos, comandada por Moreira Franco.

Na cozinha

A Cia das Letras acaba de comprar os direitos de publicação de The Age of Miracles.

Trata-se do primeiro livro de Karen Thompson Walker, editora da Simon & Schuster.

Pé na estrada

Marisa Monte, conhecida por sua reclusão, sai da toca. Lança repertório inédito, em 2012, em turnê com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Investimento? Algo perto dos R$ 5 milhões.

Assino embaixo

Ana de Hollanda liberou R$ 1,2 milhão, por meio de lei Rouanet, para Regina Duarte viver no teatro A Mulher do Alergista, texto de Charles Busch. Contracena com Odilon Wagner.

Estreia em maio.

Rei posto?

Marcus Baldini nem bem colheu os frutos de seu primeiro longa, Bruna Surfistinha, e já entra no projeto Sonho Verde - O Filme.

O longa é baseado no livro de Fabio Lamachia que conta a história de um garoto que vai passar as férias em Trancoso e, por obra do acaso, acaba indo para a Serra da Carnaíba tomar conta de uma mina de esmeraldas. As filmagens começam ano que vem.

Duas patas disputam clube de quatro patas

A temperatura subiu de vez na disputa pela presidência do Jockey Club paulista. A oposição, liderada por Eduardo da Rocha Azevedo, o "Coxa", tem procurado eleitores para um tête-à-tête contra Mário Gimenes, candidato da situação. Azevedo propaga o que seria uma "ocupação petista" de clube. Pelo fato de o atual presidente, Márcio Toledo, apoiador de Gimenes, ser namorado de Marta Suplicy.

A situação se defende, afirmando que o grupo de Azevedo abandonou o clube há uma década e quer retomá-lo agora por causa da recuperação financeira. E critica, por sua vez, a atuação de Coxa no episódio Naji Nahas e quebra da bolsa do Rio.

Fato, fato, só há um, segundo bem lembra um dos mais antigos criadores de cavalo do Brasil, preferindo anonimato: nenhum dos dois apresentou até agora um plano consistente de trabalho.

Susto

Chieko Aoki está em Tóquio e sentiu na madrugada o tremor que arrasou parte da ilha de Honshu, a maior do Japão.

Nada a preocupar. A empresária já entrou em contato com São Paulo e informou que, sim, está bem. Volta semana que vem.

Livrarias X tablets

As duas maiores redes de livrarias americanas dão sinais de fraqueza: a Borders pediu concordata no mês passado, e a Barnes & Noble está mal das pernas. Para falar sobre o assunto, a coluna procurou Samuel Seibel, da Livraria da Vila.

Por que elas chegaram a este ponto?

Por uma conjunção de fatores. Além dos tablets que estão aí, existem outros pontos importantes. Quando vi o tamanho do endividamento da Borders, por exemplo, fiquei surpreso. É tão grande que não pode ter vindo somente de dois anos para cá.

Quais outras variáveis influenciaram nesse processo?

Acredito que o tamanho físico das lojas é um fator. São espaços grandes, muitos de quatro andares, em pontos nobres e caros das cidades. Além disso, as lojas são muitas em número e também próximas, o que causa uma "autocanibalizaçao", se é que podemos chamar assim.

Qual o peso dos tablets nisso?

É grande, mas está sendo exagerado. É claro que nos EUA tudo acontece em velocidade muito maior do que no Brasil e Europa. Mas as novas mídias, ao que me parece, não vão substituir o mercado dos livros.

As livrarias não se resumem a um local para comprar livros. São também pontos de encontro. Acredita que estão ameaçadas pela compra na internet?

Livraria é ponto de encontro e polo cultural. Muitas pessoas não abrem mão do livro. As editoras também vão se preocupar em adaptar os formatos. Acredito que o público que frequenta livrarias no Brasil é diferente daquele que compra pela internet. O que vai acontecer daqui 50 anos é especulação. Mas minha opinião é que as duas plataformas (livro e tablet) vão conviver. /MARILIA NEUSTEIN

Na frente

Ausência notada, Zeca Pagodinho vai, enfim, dar o ar da graça hoje no desfile das campeãs... cantando. O garoto-propaganda da cervejaria topou fazer show na Sapucaí com Latino.

Mariana Belém se apresenta na festa da marca Tatiana Loureiro terça. No Lounge One, do Iguatemi.

Tem Festival do Coelho no Freddy, a partir de segunda. O animal é regente do ano-novo chinês em 2011.

O livro Um Olhar do Mundo 4x4, da Mitsubishi, será lançado terça. No Iguatemi.

Acontece, segunda, homenagem ao Dia da Comunidade Libanesa e a Rafik Hariri, premiê assassinado, em 2005, no Líbano. Na Assembleia Estadual Paulista.

Pegada hídrica ou virtual da água é a base da exposição fotográfica Hydros IV - Cotidiano. Abre segunda-feira, na estação Sé do metrô.

Roberto Carlos é esperado na feijoada das campeãs, que acontecerá hoje no Hotel Caesar Park Ipanema. A Beija-Flor levará a bateria, Raíssa de Oliveira, rainha, e Selminha Sorriso, porta-bandeira.

Colaboração

Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado.com.br

João Luiz Vieira joao.vieira@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.