Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2011 | 00h00

Hadi Ghaemi está no Brasil com objetivo de articular apoio para que o País condene as violações de direitos humanos praticadas pelo governo iraniano. Diretor da International Campaign for Humans Rights in Iran, ele traz debaixo do braço dados impressionantes levantados pela organização. Os números, obtidos pela coluna, mostram que a situação tem se deteriorado desde que Mahmoud Ahmadinejad subiu ao poder.

Segundo a pesquisa, 94 pessoas foram condenadas à morte no primeiro ano do seu governo, em 2005. Cinco anos depois, o número saltou para... 542. Entre 20 de dezembro de 2010 e 31 de janeiro de 2011, 121 pessoas foram enforcadas (incluindo três opositores do governo), uma média de execução a cada três dias.

E mais: além de 24 defensoras de direitos humanos terem sido presas, Ahmadinejad introduziu medidas discriminatórias contra mulheres. Exemplo? Cota fixa em universidades. E mais. A ONG Jornalistas Sem Fronteiras considera que o país abriga a maior prisão da categoria: 37 estão presos.

Bom gosto

José Safra acaba de comprar um canto para chamar de seu em Punta Del Este.

Precisamente em um dos resorts mais seletos e discretos do planeta: o Las Piedras, pertencente à brasileira JHSF.

Notado

Zé Dirceu não esperou Dilma discursar, segunda, na festa de 90 anos da Folha. Partiu antes.

Na planilha

A Editora Três planeja ressuscitar a revista Status.

Way in

Ao que consta, é o Banco do Brasil o apoiador "secreto" guardado a sete chaves por André Sturm, do Cine Belas Artes.

O BB pretende operação de guerra para aumentar seu share no mercado financeiro na cidade de São Paulo.

Vaca louca

Wagner Rossi, da Agricultura, prepara suas baterias contra a difamação da carne brasileira na Comunidade Europeia, liderada pelos produtores irlandeses.

A gota d"água foi constatada em menus de restaurantes estrelados, em sua última viagem para Paris e Londres. No pé da página, a informação esdrúxula: "Só servimos carne estritamente europeia".

Cinco estrelas

Está acertado. São Paulo ganha um novo hotel, braço do luxuoso Royal Monceau, de Paris. Ele será instalado no ex-Hospital Matarazzo, que já passou pelas mãos da Prefeitura e também da Previ.

O investimento de peso é do grupo francês Allard, com coordenação do fundo brasileiro WWI.

Mestra

E não é que Clarice Lispector será tema de encontro de intelectuais em Paris? Vinte e dois deles se reunirão na Maison du Brésil, em maio, para discutir e contextualizar a obra da escritora brasileira.

Dentre os convidados, Benjamin Moser, autor da biografia Clarice, publicada pela Cosac Naify.

Trocadilho

Inimigos da HP, grupo de pagode pop, está ensaiando show só com sambas de... Chico Buarque.

Batizado de Meus Caros Inimigos, refere-se ao sucesso Meu Caro Amigo, do compositor carioca. A estreia? Em março, no Tom Jazz.

Missão

Carlos Alberto Torres, capitão do tri de 70, ganhará novo posto. Será embaixador do Cosmos, time que jogou com Pelé entre 1975 e 77, nos EUA. A ideia é reviver momentos de glória do time.

Técnica

Bico Stupakoff, fotógrafo como o pai, Otto Stupakoff, resolveu inovar a pedido da grife Flor.

Todas as imagens da campanha saíram das lentes de um... iPhone 4.

Na frente

A RBS e a Globo escolheram o novo dirigente da GEO - empresa de entretenimento. Leonardo Ganem deixa a Som Livre para assumir o cargo.

Foi visto almoçando no Freddy, segunda, o vice Michel Temer. Acompanhado de Celso Antônio Bandeira de Mello, José Yunes e outros dois advogados.

Não se sabe se com ou sem a presença do presidente da Fifa. Mas na quinta, no Country Club do Rio, será lançado o livro João Havelange - O Dirigente Esportivo do Século XX.

O DJ Milton Chuquer e Rico DeLargo, trompetista americano, tocam hoje na boate Disco.

Pedro Novais disse sim. O ministro vai ao Workshop & Trade Show CVC. Hoje, no Expo Center Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.