Direto da Fonte

Boca de túmulo

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2010 | 00h00

Ganso conseguiu colocar um ponto final ao mal-estar criado junto à Promotoria de Direitos Humanos. O órgão pediu esclarecimentos ao craque depois que, em entrevista a esta coluna em julho, afirmou que no time do Santos não havia jogadores homossexuais "graças a Deus".

O jogador enviou uma declaração dizendo que não tinha intenções de ofender ou discriminar ninguém.

O promotor Eduardo Valério se deu por satisfeito e recomendou que Ganso não manifeste mais opiniões homofóbicas em público.

Grandeza

Obras de artistas como Daniel Senise, Arthur Piza, Vik Muniz, entre outros, irão a leilão, sábado, na Fazenda Boa Vista. Doadas pela JHSF, em prol de instituições designadas por moradores do empreendimento.

O evento para mil pessoas contará ainda com shows de Erasmo Carlos, Arnaldo Antunes e Céu.

Paixão nacional

O Museu do Futebol fechou parceria com a Adidas. Monta em dezembro o segundo Encontro de Colecionadores de Camisas de Futebol.

Bem alcoólico

A Childhood Brasil arrecadou, quinta-feira, nada menos que R$ 750 mil, durante evento organizado em torno dos produtores de vinhos do Primium Familiae Vinis, no Jockey Club.

O lote mais disputado da noite beneficente foi uma caixa com 11 garrafas de vinhos. Saiu por R$ 250 mil.

Responsabilidade social

Ana Diniz associou-se à faculdade Singularidades, que desenvolve formação de professores. A parceria está oferecendo bolsas de estudos para os 100 melhores colocados no vestibular da instituição, que cursaram o ensino público.

O Santander fez as contas. Já investiu mais de R$8 milhões no Programa Espaço de Práticas em Sustentabilidade. Além de cursos presenciais, o site divulga dicas ecologicamente corretas para empresas.

A Bei Editora mobilizou-se para ajudar a combater o analfabetismo. Doou mil livros para a campanha de Natal da Ação Cidadania, que tem como tema Educação para a Paz.

O projeto Planeta Sustentável, do grupo Abril, avisa: acaba de lançar aplicativo para celular que ajuda a identificar aves da Mata Atlântica. Parte da renda da venda do serviço será revertida para o WWF-Brasil.

O projeto de inclusão digital Caia na Rede, desenvolvido em obras da Odebrecht, chegou a terras africanas. Em parceria com a Fundação Vale, no reassentamento de Cateme, Moçambique.

O Bazar da Rosa, evento beneficente - pilotado por Vera Monfort, Sonia Leite Bastos, Lu Podboy, Mary Caro e Helo Di Cunto -, acontece a partir de quinta. No Morumbi.

Arte que inspira a preservar. A exposição de Furoshiki, tradicional pano quadrado japonês, está em cartaz no escritório de Arte Joh Mabe.

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República decidiu. Diante do sucesso do seu Twitter, acaba de criar perfil no Facebook para divulgar suas ações.

Detalhes nem tão pequenos...

1. O Natal ainda está longe, mas o velhinho já chegou e circula pelos ambientes anunciando os preços e as pechinchas de final de ano.

2. Foram nessas cadeiras onde as grandes cabeças da literatura se reuniram para bater papo e ganhar muitos prêmios.

3. Será bom ou ruim o que o simpático realejo vê nas cartas para o ano que vai entrar?

4. Parece meia, mas o estilo está cravado para a vida toda na pele e na alma.

5. A sensação verde e amarela, que tanto agrada os gringos, virou mote de campanha e de exaltação em noite artística.

Colaboração

Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado.com.br

Gilberto de Almeida gilberto.almeida@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.